domingo, 13 de agosto de 2017

PROFECIAS, VATICÍNIOS E PREVISÕES NÃO DEVEM SER OLVIDADAS

Joilson Gouveia*

1. Proêmio - Desde há muito temos dito, repetido, reiterado e replicado, como sói editado, publicado e registrado em nosso modesto blog, que estamos submetidos, subsumidos e subjugados ao império da insaciável, voraz e afiadíssima tesoura-escarlate de socialistas/comunistas.
Noutras palavras, desde a “debacle redemocratização”, mormente no ocaso do regime constitucional marcial castrense federalizado ao cabo, termo e fim dos governos democráticos gestados por nossos bravos, cultos, cientes, conscientes, coerentes, competentes e disciplinados generais e, sobretudo, patriotas, decentes, honrados, honestos e militares cônscios e probos no acurado trato e devido esmero e zelo com a res publica - quando o nosso Brasil fora elevado à sexta potência bélica e oitava economia mundiais, exsurgindo como país emergente ou do futuro e propenso a deixar o rol de terceiro-mundista. Ver mais aqui: http://gouveiacel.blogspot.com.br/2016/10/redemocratizacao-fracassada-direita.html. Éramos felizes, e como fomos felizes nesses 21 anos de regime militar: http://gouveiacel.blogspot.com.br/2016/11/eramos-felizes-ah-como-eramos-felizes.html e http://gouveiacel.blogspot.com.br/2017/03/espumas-ao-vento-ou-sonhos-marinhos-de.html.

2. Contragolpe ao golpe escarlate da ditadura proletária - De lembrar, por supina valia, realidade veraz e histórica, que os séquitos, sequazes e camaradas canalhas da súcia matula de esquerdoPATAS sempre pecharam, enxovalharam, aviltaram, vilipendiaram, injuriaram, caluniaram e difamaram como sendo “anos-de-chumbo, sombrios ou de ditadura-militar” conquanto saíram derrotados no GOLPE ESCARLATE urdido, tecido e tramado, para implantação da ditadura proletária (nos idos de 1964 a 1985) quando sofreram o CONTRAGOLPE (que fora instado pelo Congresso Nacional, para realizações de eleições gerais, num prazo de 180 dias, no máximo, conforme previsão constitucional) mas, os derrotados, revanchistas, insurretos, revoltados e revoltosos, insubmissos e subversivos foram às armas em guerras de guerrilhas rural e urbana, inspirados, espelhados, orientados, adestrados e preparados na ilhota cubana pelo el comandante-em-chefe sanguinário assassino e déspota cruel, que anelava tonar a América Latina numa símile União das Repúblicas Socialistas Soviéticas - URSS. – Ver mais aqui: http://gouveiacel.blogspot.com.br/2015/09/golpe-ou-contragolpe-ii.html e http://gouveiacel.blogspot.com.br/2017/03/preito-de-eterna-gratidao-aos-militares.html.
Uma vez mais derrotados pelos nossos intrépidos, briosos e bravos militares: com alguns mortos em combate – natural e normal em lides, contendas e embates bélicos; muitos presos e uma gama maior de escarlates “corajosos” evadidos, que se auto nominaram e se intitularam “exilados-políticos” ou de “presos-políticos” ou de “torturados” - nunca houve pena de desterro, expurgo, exílio ou banimento no Brasil, mormente entre 1964 e 1985.
Entretanto, orientados pelo mais astuto, arguto, sagaz, escamoteado e dissimulado, mas um autêntico, convicto e veraz vermelho dos comunistas: Mário Lago: “digam sempre que sofreram torturas cruéis, terríveis, insuportáveis e desumanas”; cujos fatos são contestados por inúmeros desses “presos políticos”, inclusive pela camarada e colega de cela da falsa maldita de “coração valentA”, a atual jornalista Miriam Macedo: http://gouveiacel.blogspot.com.br/2016/05/qual-maior-infamia-ignominiosa.html. É fato histórico, verídico, veraz e verossímil!
Ao contrário, houve sim uma “anistia, ampla, geral e irrestrita*, sem vetos de João Figueiredo! E graças aos nossos militares, que jamais foram revanchistas com os terroristas e guerrilheiros sublevados, os quais (aqueles) limitaram-se em cumprir com seus deveres de perenes guardiões da Pátria Amada Brasil!
·         *A Lei da Anistia Política foi promulgada em 1979, no governo do presidente João Baptista Figueiredo, para reverter punições aos cidadãos brasileiros que, entre os anos de 1961 e 1979, foram considerados criminosos políticos pelo regime militar.
– Aliás, convenhamos, o que os atuais castrenses federais estão deixando a desejar em face da iminente ameaça de sermos mais uma “democracia cubana, boliviana ou bolivariana chavista/madurista venezuelana” – como alguns “partidos” anelam e tem manifestado ostensivo, opróbrios, inescrupuloso e desbragado apoio à “democracia” de Nicolás Maduro! Ou não?
Indagar-se-ia, por oportuno: iremos esperar incidirem a “profecia de Geisel e o vaticínio de Figueiredo”, para que nossos eternos, perenes e permanentes briosos guardiões da amada pátria Brasil, outra vez, de novo e novamente cumpram com seus deveres-poderes?
  • Geisel: “Se é a vontade do povo brasileiro eu promoverei a Abertura Política no Brasil. Mas chegará um tempo que o povo sentirá saudade do Regime Militar. Pois muitos desses que lideram o fim do Regime não estão visando o bem do povo, mas sim seus próprios interesses”.
  • Figueiredo: “O General João Batista Figueiredo, foi o último presidente da ditadura militar, que em nome da ordem e do progresso da nossa bandeira, fez o país andar para frente por alguns anos. O general Figueiredo promoveu a abertura que nos devolveu a democracia tão desejada. Acho o comunismo um modelo falido, obsoleto, que não deu certo em lugar nenhum e que só favorece aos seus dirigentes. Mas o que este governo corrupto que está aí está pedindo, é que o povo reaja e com ajuda dos militares, devolva ao país, pelo menos a ordem, porque o progresso eles jogaram no lixo. O que é irônico é que "eles" são os mesmos militantes de esquerda que lutaram um dia pela democracia, para hoje instituir não só uma ditadura partidária, mas também para transformar o Brasil na maior bagunça. E tudo por que o General Figueiredo, fazendo cumprir o que prometeu, legalizou novos partidos, mas antes ele avisou: Vocês querem então eu vou reconhecer esse sindicato (PT). Mas não esqueçam que esse partido chegará ao poder. Lá estando, tudo fará para instituir o “comunismo”. Nesse dia vocês vão querer tirá-lo de lá. E para tirá-lo de lá será à custa de muito sangue. Sangue brasileiro” (Sic.) – In http://asubstancialouca.blogspot.com.br/2014/12/a-profecia-do-general-figueiredo.html e http://www.cartapolis.com.br/jornal-leonardo-mota-neto-figueiredo-errou-na-profecia-sobre-o-pt-nao-queria-comunismo-mas-a-deslavada-partilha/ e http://www.dailymotion.com/video/x2wfv3h;
3. A anistia: “nascimento do PT”: partido revolucionário* de esquerda e à Esquerda - Após a anistia, os supostos e falsos exilados tornaram ao país, e criaram um “partido revolucionário” com a complacência, anuência e aquiescência equívoca do estrategista General Golbery do Couto e Silva e benemerência samaritana de teólogos libertários ou enrustidos comunistas, da Igreja Católica: http://gouveiacel.blogspot.com.br/2016/10/o-nascimento-do-pt.html .
  • *Convém destacar que todo “partido revolucionário é ladrão”, como bem leciona-nos Olavo de Carvalho, a saber:
  • Enfim, como bem destacara em N. do Org. 12, p. 493, da referida obra de Olavo de Carvalho, sobre o PT:
  • O PT é um partido ladrão porque é um partido revolucionário, filiado a uma tradição de amoralismo maquiavélico que, pelo menos desde a revolução Francesa, com intensidade crescente desde a Primeira Internacional de 1864 e mais ainda desde a fundação do Partido Social-democrata de Lenin, sempre achou que era seu direito e até sua obrigação, financiar a si próprio por meio de assaltos, de sequestros, de extorsões, de desvio de dinheiro público, bem como de uma infinidade de negócios capitalistas legais e ilegais, cujo volume total faria inveja a seus mais reacionários inimigos burgueses. (…) Revoluções custam caro. O revolucionário Parvus, que enriqueceu com mil e um negócios na Turquia, já ensinava em 1914:A melhor maneira de derrubar o capitalismo é nós mesmos nos tornarmos capitalistas.’ Não foi lulinha quem descobriu essa fórmula. (…) Os ricos não serão destruídos pelo pobres. Serão destruídos pelos mais ricos.” [Olavo de Carvalho, “PT, o partido dos ricos”, Diário do Comércio, 21 de janeiro de 2008 – http://www.olavodecarvalho.org/semana/080121dc.html] In http://gouveiacel.blogspot.com.br/2017/06/quem-foi-que-inventou-o-brasil-ou-o.html  
Eis que mudaram do escolio doutrinário marxista/leninista/stalinista/trotskista para as escamoteadas, dissimuladas e sorrateiras estratégias fabianistas/gramscistas do “ilustre professor de Sorbonne”, que chamou “as esquerdas de burras, por brigarem entre si”, bem por isso convenceu-os sobre a estratégia da tesoura, num pacto negado por eLLes todos (Pacto de Princeton: https://www.youtube.com/watch?v=mVPSh91x4s4 e https://ceticismopolitico.com/2016/01/20/estrategia-das-tesouras-sem-fio-psdb-pede-extincao-do-pt/) de dominação hegemônica, implementação e implantação do sonho do caudilho comunista cubano Fidel Castro, desde 1959 no Poder: Grande-Pátria ou Pátria Grande, na América Latina; no qual FHC e Lula acordaram dissimulada disputa com alternância de Poder, daí a mudança, o emprego e o uso das “seguras invulneráveis, invioláveis e confiáveis urnas eletrônicas digitais, da venezuelana Smartmatic, de George Soros”, que esquerdeou ou avermelhou quase todos os países latinos, desde a década de noventa, mormente no Foro de São Paulo/1990, quando surgiu a união MERDAL Movimentos Esquerdistas Revolucionários Da América Latina.
De lembrar que, em 1988, a Constituinte assegurara o pluripartidarismo, que fez surgir os atuais 35 partidos em sua esmagadora maioria de matizes encarnadas, vermelhos e escarlates, nos mesmos moldes de programas, planos, projetos, pensamentos, ideias, ideais, ideologias, estratégias, práticas, operações e doutrinas dos Fabianistas/socialistas/comunistas.

4. Os fundos sem fundos dos Fundos Partidários- Vejam que, o nosso Brasil (espoliado, aviltado, vilipendiado e achacado quando não desviado ou doado seu tesouro, divisas, riquezas e Erário) é o único país do mundo que o governo é compelido, por lei orçamentária, a custear os 35 partidos, os quais buscam apenas seus mais umbilicais, privativos, particulares e pessoais interesses: alçarem ao no Poder (em lá chegando, se manterem ou se perpetuarem); como sói acontecido.
Com efeito, temos mais de seis lustros de pátria ultrajada, a saber: http://gouveiacel.blogspot.com.br/2017/05/patria-ultrajada-ou-32-anos-espoliando.html. Veja mais aqui sobre os tais fundos partidários mantidos pelo “governo”, a saber: http://gouveiacel.blogspot.com.br/2017/05/os-fundos-sem-fundos-dos-fundos.html.
Podem faltar recursos, verbas, dinheiros e granas para tudo (educação, saúde, segurança, moradia, transportes, infraestrutura e etc.) mas jamais aos ditos fundos partidários, os quais são extirpados, extraídos e escalpelados, extorquidos e expropriados de apenas 29,3 milhões de pagadores-de-impostos, apelidados cinicamente de contribuintes pelo “Leão da Receita Federal” e pelo Sistema Tributário, Fazendário, Alfandegário, Financeiro e Fiscal, os quais jamais viram os desvios de bilhões ou trilhões de nossas riquezas, investimentos noutros países, doações e perdões de dívidas, além das propinas (propinoduto da incomensurável argirocracia plutocrata escarlate) desnudados pela Operação Lava-jato, especial e principalmente, a saber:
Ademais, temos a maior carga tributária do universo, amargamos mais que dois quintos dos infernos:

5. Trinta e cinco "partidos" formam a TESOURA. Os trinta e cinco “partidos” escarlates são mantidos por menos de 14, 6% de contribuintes dos mais de 210 milhões e brasileiros e de brasileiras, que sustenta uma insaciável, gananciosa, esnobe e soberba elite, que é a casta mais abastada, abjeta e abstrusa: a elite escarlate travestida de representantes parlamentares de si mesmos; repletos de imunidades, privilégios, mordomias, benesses, sinecuras e isenções por prerrogativas de foro por exercício de cargo ou função, aliados aos altos escalões do Executivo e do Judiciário até aos terceiro-escalões desses Três Poderes republicanos democráticos e harmoniosos entre si, enquanto a imensa maioria dos brasileiros e das brasileiras (cidadãos e cidadãs decentes, dignos, honesto, honrados e trabalhadores de bem) são feitos de tolos, inocentes, ingênuos, imbecis, idiotas, ignaros, ignorantes, subliteratos, analfabetos e semianalfabetos políticos e funcionais, verdadeiros palhaços e bobos que creem nas eleições temporárias e sazonais nessas urnas que sempre dão os mesmos resultados adrede acordados pelos “35 partidos escarlates”, numa falsa, fingida e dissimulada contenda político-partidária, para manter a mesma tesoura-escarlate de sempre: Lâminas afiadíssimas (PT&PSDB) e apoio central (PMDB), para que a tesoura-escarlate corte mais e mais, muito mais do que já tem cortado do povo brasileiro.

6. À guisa conclusivaEnfim, prenuncia-se um cenário de eventuais pré-candidatos às eleições presidenciais de 2018, sem o voto impresso em 3 vias, e nas mesmas urnas de sempre com a previsão adrede urdida, tecida, tramada e acordada:
a) o tal “alma mais ‘ONESTA’ do praneta”, que se finge perseguido pela “zelite branca” (os mesmos integrantes de uma burguesia idiota, que achou de politicamente correta tentando ser igualitária, fraterna e justa, apoiando um “trabalhador (espertalhão que nunca trabalhou), para ser “presidente” em detrimento do mais competente, mais culto e mais preparado e mais sábio de todos candidatos, até hoje: Enéas) e injustiçado pelo “carrasco Moro”, para que exsurja como o defensor dos pobres injustiçados e “odiado” pela própria zelite (escarlate) de que faz parte, inclusive com apenas 9 milhões de aposentadoria privada e com uma pensão  de 30 mil mensais, legada pela suposta finada – sem que se saiba onde tenha laborado;
b) João Dória, aquele político que diz que não é “político”, mas é um exímio, competente empresário e simpático marqueteiro/administrador de São Paulo (o mais comunista dos comunistas do PSDB), que finge aguerrida, ferrenha e figadal lide ao seu mais ilustre “desafeto”: o RÉU/Condenado por Moro;
c) a melancia mais verde-e-vermelha que se tem notícia (uma terceira via dos comunapetralhistas, que escapou da “queda” do avião de Eduardo Campos);
d) o não menos escarlate, livrador, apoiador e votante de Lula e Dilma: o ex-ministro do STF Joaquim Barbosa, que quase fora justiçado por um “membro do conselho de ética” de seu partido (ORCRIM);
e) o coroné das plagas nordestinas litorâneas da “terra de Iracema”, que dispensa apresentações, citações e indicações, pela “celebridade e sumidade que pensa ser e diz ser”;
f) o “sexista, machista, racista, fascista, extremista, direitista da direita conservadora” – como se houvesse algum partido de direita e à Direita, neste pais - (mas que não é intervencionista militar, a despeito de ser castrense de origem), “pobrefóbico, homofóbico, islamofóbico, quilombolofóbico” e outros fóbicos atribuídos pelos “democráticos tolerantes inocentes-úteis da linha-de-frente, universitários e secundaristas, da UNE e UBES, que se acham “legítimos manifestantes” e não insólitos, sórdidos, vis e reles invasores, depredadores, esbulhadores, queimadores e incendiários dos patrimônios público e privado – que avisa: “é bom JÁ IR se acostumando”;
g) além daqueles outros e mesmos de sempre, que não convém aqui mencionar.
Ora, até quando seremos logrados, nessa república tabajara de uma democracia tupiniquim, que já se prepara ou é legalizada, preparada e esperada para ser dominada pelo califado islamita-árabe, uma vez que já prevista a islamização do Brasil ao abrigar os refugiados que incendeiam à União Europeia?
Onde estão os nossos defensores perpétuos da Pátria Amada Brasil, que olvidam, desdenham, espezinham ou ainda esperam “uma ordem do povo”, à unanimidade ou 100% dos apelos, rogos e reclamos dos brasileiros e brasileiras intervencionistas constitucionalistas marciais castrenses? 
Vão esperar derramamento de sangue como previsto, vaticinado e profetizado pelos honrados generais de outrora: Geisel e Figueiredo?
Temos dito, editado, repetido e replicado, eis as saídas e soluções:
Abr
*JG

Nenhum comentário:

Postar um comentário