quarta-feira, 31 de maio de 2017

MALIGNA MALDIÇÃO AMALDIÇOADA; TEORIA DA CONSPIRAÇÃO; COINCIDÊNCIAS OU TUDO INTEGRA O PROJETO CRIMINOSO DE PODER?

Joilson Gouveia*

Fundado numa premissa de que “é impossível dois corpos ocuparem um único espaço” – da qual sempre se vale o mais intransigente, persistente e ferrenho senão o mais senil, decrépito, decaído, desvairado, tresloucado e maior dos arautos remunerados dos comunistas/socialistas, especialmente dos comunapetralhistas da oprobriosa, inescrupulosa e criminosa tesoura-escarlate – para repelir, rechaçar, reprochar e objurgar às “coincidências” ou “fatalidades” haja vista sempre assestar de que “inexistem coincidências”, as quais somente seriam possíveis se “dois corpos ocupassem o mesmo espaço”! Eis, pois, a lógica do arauto!
Isto posto, seria de bom alvitre perscrutar a todas as causas, razões e motivos ou “coincidências” que sempre conduzem às fatalidades de estranhos, inexplicáveis e inusitados “acidentes” relacionados a episódios, eventos, fatos e feitos ligados ao partido que se dizia dos trabalhadores e/ou aos seus ilustres nomes da alta-cúpula, mormente de seu mais ‘onestopresidente-de-honra, ao ensejo tentaremos destacar aqui apenas algumas “coincidências”. Senão vejamos:
a) O Marcos Cláudio da Silva - Ex-Marido de Marisa Letícia, integrante do sindicato de Lula, faleceu em um misterioso assassinato em 1972.
  • "Lula conheceu Marisa Letícia no mesmo ano e, em poucos meses se casou, pela segunda vez. Após a morte do ex-marido de Marisa, o então sindicalista Luis Inácio da Silva fez questão de cuidar pessoalmente da liberação rápida da “vitalícia pensão de viúva” e outros benefícios inerentes à viúvas.”
  • “O cientista político ainda segue o artigo dizendo que Lula e Marisa sequer respeitaram o “resguardar o luto” e, em 1974, o então já Luis Inácio Lula da Silva casou-se oficialmente com Marisa Letícia Lula da Silva.” – (Sic.) In http://jornalivre.com/2017/02/07/antonio-roberto-vigne-velorio-nao-foi-so-palanque-para-lula-tambem-teria-sido-queima-de-arquivo/;
b) O assassinato de Celso Daniel, prefeito de Santo André/SP:
  • O empresário Marcos Valério, condenado no mensalão e réu da Operação Lava Jato, declarou nesta segunda-feira, 12, ao juiz Sérgio Moro, em Curitiba, que o ex-tesoureiro do PT Silvio Pereira disse a ele que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e os ex-ministros José Dirceu e Gilberto Carvalho foram “chantageados” pelo empresário Ronan Maria Pinto que teria exigido deles R$ 6 milhões para comprar o jornal Diário do Grande ABC.”
  • “Segundo os investigadores, Ronan seria conhecedor de detalhes do assassinato do prefeito de Santo André Celso Daniel (PT), em janeiro de 2002 – o petista teria sido eliminado porque decidiu dar um fim a esquema de corrupção em sua própria gestão que beneficiou o partido.” (Sic.) In http://istoe.com.br/marcos-valerio-diz-a-moro-que-lula-dirceu-e-carvalho-foram-chantageados/
c) A lista de mortos ligados ao caso impressiona. Além do próprio Celso, há mais sete. A Saber:
  • Um é o garçom Antônio Palácio de Oliveira, que serviu o prefeito e Sérgio Sombra no restaurante Rubaiyat em 18 de janeiro de 2002, noite do sequestro. Foi assassinado em fevereiro de 2003. Trazia consigo documentos falsos, com um novo nome. Membros da família disseram que ele havia recebido R$ 60 mil, de fonte desconhecida, em sua conta bancária. O garçom ganhava R$ 400 por mês. De acordo com seus colegas de trabalho, na noite do sequestro do prefeito, ele teria ouvido uma conversa sobre qual teria sido orientado a silenciar.
  • Quando foi convocado a depor, disse à polícia que tanto Celso como Sombra pareciam tranquilos e que não tinha ouvido nada de estranho. O garçom chegou a ser assunto de um telefonema gravado pela Polícia Federal entre Sombra e o então vereador de Santo André Klinger Luiz de Oliveira Souza (PT), oito dias depois de o corpo de Celso ter sido encontrado. “Você se lembra se o garçom que te serviu lá no dia do jantar? É o que sempre te servia ou era um cara diferente?”, indagou Klinger. “Era o cara de costume”, respondeu Sombra.
  • Vinte dias depois da morte de Oliveira, Paulo Henrique Brito, a única testemunha desse assassinato, foi morto no mesmo lugar com um tiro nas costas. Em dezembro de 2003, o agente funerário Iran Moraes Rédua foi assassinado com dois tiros quando estava trabalhando. Rédua foi a primeira pessoa que reconheceu o corpo de Daniel na estrada e chamou a polícia.
  • Dionízio Severo, detento apontado pelo Ministério Público como o elo entre Sérgio Sombra, acusado de ser o mandante do crime, e a quadrilha que matou o prefeito, foi assassinado na cadeia, na frente de seu advogado. Abriu a fila. Sua morte se deu três meses depois da de Celso e dois dias depois de ter dito que teria informações sobre o episódio. Ele havia sido resgatado do presídio dois dias antes do sequestro. Foi recapturado.
  • O homem que o abrigou no período em que a operação teria sido organizada, Sérgio Orelha, também foi assassinado. Outro preso, Airton Feitosa, disse que Severo lhe relatou ter conhecimento do esquema para matar Celso e que um “amigo” (de Celso) seria o responsável por atrair o prefeito para uma armadilha.
  • O investigador do Denarc Otávio Mercier, que ligou para Severo na véspera do sequestro, morreu em troca de tiros com homens que tinham invadido seu apartamento. O último cadáver foi o do legista Carlos Delmonte Printes. Perderam a conta? Então anote aí:
d) A inusitada sinistra tragédia aérea que imolou Eduardo Campos. A saber:
  •  O “acidente” que vitimou o então candidato a presidência pelo PSB Eduardo Campos, em agosto de 2014, foi algo que mexeu com todo um país.
  • Além do fato de ter sido uma tragédia envolvendo um candidato a presidência, a morte de Eduardo fez muitas pessoas pensarem que, na verdade, se tratou de um atentado e não simplesmente um “acidente”.
  • Naquela altura o candidato figurava entre os 3 primeiros colocados na corrida presidencial, era portanto um adversário fortíssimo e que deixava seus adversários, em especial Dilma Rousseff, de cabelos em pé!
  • Pra quem não lembra, o então candidato Eduardo Campos tinha sido Ministro da Ciência e Tecnologia do ex presidente Lula. E, claro, Lula sabia da força politica que ele tinha, mesmo porque já tinha sido também governador de Pernambuco, além de deputado estadual e federal, fora o fato de ser neto de Miguel Arraes, notório politico do nordeste brasileiro.
  • Eduardo Campos tinha como sua vice na chapa a candidata melancia (verde por fora e vermelha por dentro) Marina Silva. Ela que nas eleições para presidência de 2010, conseguiu inacreditáveis 19 milhões de votos, sendo considerada uma fortíssima candidata para novamente tentar a vaga, onde acabou abrindo mão e saindo como vice na chapa de Eduardo.
  • No dia 13 (número do PT) de agosto de 2014, um jato levando o candidato a presidência Eduardo Campos com mais 5 pessoas, alem do piloto e co-piloto caiu numa área residencial na cidade de Santos, levando a óbito todos os ocupantes, chegando a destroçar os corpos em vários pedaços que voaram pelo terreno e caindo em telhados próximos.
  • Vejam… a queda foi no dia 13/08, ou seja, menos de 2 meses para as eleições presidências.
  • Muitas testemunhas ouvidas no dia, disseram que viram uma bola de fogo no céu e depois essa mesma bola de fogo afundou nesse terreno. Isso leva a crer que a aeronave EXPLODIU no ar!” (Sic.) In http://politicosdobrazil.com/?p=1217. Assista ao vídeo: https://youtu.be/knnDrfTC3JI.
e) Outra enigmática morte, a de Enéas Carneiro: Assista ao vídeo que teria ensejado a morte de Enéas https://www.youtube.com/watch?v=cU0HthdMj5M – um dos maiores críticos do PT!
f) O sinistro inusitado “acidente” que ceifou o ministro Teori Zavaski, a saber:
  • Logo após lamentar a morte, Lula disse que se sentia muito "entusiasmado", enfatizando que o momento do Brasil é difícil e que o "entusiasmo" das pessoas presentes, estavam o deixando da mesma forma. Lula culpou a operação Lava Jato como a causadora da crise econômica brasileira.”
  • Morte de Teori Zavascki - O filho de Teori, Francisco Prehn Zavascki, disse que a família estava sendo ameaçada. Ele pede que as investigações sejam transparentes e profundas, "no meu íntimo, torço para ser um acidente, seria muito ruim para o País ter um ministro do Supremo assassinado". Francisco não descarta qualquer possibilidade, pois seu pai julgava casos de parlamentares com foro privilegiado, e era relator da Lava Jato, operação que está punindo grandes nomes da sociedade por casos relacionados a #Corrupção.” (Sic.) In http://br.blastingnews.com/politica/2017/01/situacao-estranha-lula-estava-entusiasmado-horas-apos-morte-de-teori-001411027.html.
Aliás, houve até certas premonitórias ilações sobe a “novidade”, a saber: http://www.pragmatismopolitico.com.br/2017/01/advogado-e-senador-previram-morte-de-teori-zavascki.html. Eis alguns vídeos sobre o trágico “acidente” que imolou Zavascki, a saber:
g) E, agora, o mais recente caso, morre o delegado que investigou o “acidente” que ceifara Teori Zavascki, a saber:
  • Dois policiais federais foram mortos a tiros em Florianópolis na madrugada desta quarta-feira (31) em uma casa noturna. Uma terceira pessoa também foi baleada. De acordo com a Polícia Federal, as vítimas trabalhavam no estado do Rio de Janeiro.
  • Adriano Antonio Soares era delegado chefe da Polícia Federal em Angra dos Reis e investigou o acidente aéreo que causou a morte do ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF). Já Elias Escobar foi delegado em Volta Redonda por dois anos.
  •  Em nota, a Polícia Federal lamentou a morte dos delegados. "Neste momento de imensa tristeza, a Polícia Federal expressa suas condolências e solidariedade aos familiares e amigos enlutados" – (Sic.) In http://gazetaweb.globo.com/portal/noticia/2017/05/_34243.php.
Há lembrar das mortes estranhíssimas de pessoas envolvidas nalgumas operações da polícia federal, dentre elas a de um foragido da “turbulência” que investiga o seguinte, a saber:
·  Foragido da Operação Turbulência, o empresário Paulo César de Barros Morato foi encontrado morto em um motel em Olinda, Pernambuco. Ele estava sob suspeita de operar um esquema de lavagem de R$ 600 milhões que teria abastecido inclusive a campanha de Eduardo Campos, candidato à Presidência em 2014, morto em um acidente aéreo em agosto daquele ano.
·   A morte está sendo investigada pela Polícia Civil. A Polícia Federal acompanha o desenrolar da investigação.
·   A ação da Polícia Federal – deflagrada a partir das investigações sobre o avião que era usado por Eduardo Campos, ex-candidato à Presidência que morreu em acidente aéreo em agosto de 2014 – mira em um grupo especializado em lavagem de dinheiro, sediado em Pernambuco e Goiás, que teria lavado mais de R$ 600 milhões desde 2010. O grupo é suspeito de abastecer caixa 2 de empreiteiras.” (Sic.) in http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/foragido-da-operacao-turbulencia-e-encontrado-morto-em-motel-em-olinda/.
Ver outras mortes:
a) José Eduardo Barros Dutra, ex-presidente da Petrobrás de 2003 a 2005: in https://oglobo.globo.com/brasil/morre-ex-presidente-da-petrobras-jose-eduardo-dutra-17685026;
b) Luiz Gushiken, ex-ministro de Lula, a saber:
·    “O ex-ministro e ex-deputado federal Luiz Gushiken, de 63 anos, morreu nesta sexta-feira (13) no hospital Sirio-Libanês, em São Paulo. Gushiken fazia tratamento contra um câncer no estômago desde 2002 e morreu em decorrência da doença, segundo a família. O velório está marcado para as 7h e o enterro para as 16h deste sábado (14) no Cemitério do Redentor, na capital paulista. Gushiken foi ministro da Secretaria de Comunicação do governo Luiz Inácio Lula da Silva Lula. Ele exerceu três mandatos de deputado federal pelo PT (1987-1990, 1991-1994 e 1995-1999)” (Sic.) In http://g1.globo.com/politica/noticia/2013/09/morre-o-ex-ministro-e-ex-deputado-luiz-gushiken.html
c) O empresário Roger Agnelli, ex-presidente da mineradora Vale, morreu na queda do avião monomotor de sua propriedade sobre uma residência na Casa Verde, Zona Norte de São Paulo, na tarde deste sábado (19).
Enfim, até mesmo a morte da provável defunta, aquela que “é culpada de tudo”, conforme admitido e “confessado pelo viúvo”, quando interrogado por Sérgio Moro, encontra-se sob fortíssimas suspeitas, dúvidas, desconfianças e incertezas em face das inexplicáveis, improváveis, inusitadas ou inesperadas surpresas – há quem duvide de que esteja mesmo morta, uma verdadeira legião de céticos, por sinal. Vide https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2017/02/04/velorio-marisa-leticia.htm.
Seriam todos esses casos (acima descritos) partes da famigerada “teoria da conspiração”, meras fatalidades ou há uma maligna misteriosa maldição sobrepairando à “alma mais ‘onesta’ dessepaís”? – Já que inexistem coincidências, segundo apregoado pelo arauto escarlate, que é assessor parlamentar júnior do senado, cujo blog é hospedado num renomado webjornal caetés.
Abr
*JG
P.S.: “quem não morreu” ou foi processado, julgado, condenado e preso está sendo investigado no maior projeto criminoso de poder jamais visto em todo o mundo.

terça-feira, 30 de maio de 2017

FELICITANDO AO DECLARADO EX-PETISTA

Joilson Gouveia*

Felicito-o pela acertada, corajosa, consciente, coerente, cívica e civilizada decisão de não mais fazer “apologia ao crime” sendo cúmplice de uma verdadeira “ORCRIM” (como amplamente divulgado na mídia) que se dizia partido-político “em defesa dos trabalhadores”, o qual deixou-nos o legado de mais de 14,3 milhões de desempregados, no último triênio.
Parabéns, seja bem-vindo de volta à cidadania! Oxalá! Outros consigam livrar-se, também, desse mal degenerativo de fanatismo fundamentalista, que os tornam cegos, mudos, moucos e, sobretudo, “burros encantados” pelo alarife mitomaníaco “encantador de asnos”, verdadeiros arruaceiros, vândalos, baderneiros, vagabundos etc. chamados de “manifestantes” pelos “agentes-de-transformação-social”!
Entretanto, há mais de dez anos fomos advertidos sobre o “gangster que chefiava (e chefia) a quadrilha”, quando expulsaram nossa brava Heloísa Helena e mais dois outros (Prof. Babá e Luciana Genro), antes ou durante o escandaloso, oprobrioso, inescrupuloso e criminoso “mensalão” – que é negado de pés juntos pelo viúvo da culpada de tudo o mais - de que o PTrolão é mera continuação daquele, mas sequer expulsam aos altos-executivos processados, julgados, condenados e presos por mais de vezes!
Há, como temos dito, uma tesoura-escarlate, que serve para manter vivo o nefasto, nefando, funesto e fracassado socialismo no mundo, através da farta, livre, leve e solta grana brasileira, desde os idos do famigerado prof. de Sorbonne; sabias?
Reitero os encômios pela benéfica, asséptica, higiênica, saudável e salutar decisão de tornar à cidadania brasileira!
Abr
*JG


segunda-feira, 29 de maio de 2017

UM BASTA DE TESOURA-ESCARLATE: URGE CONTRAGOLPE, JÁ!

Joilson Gouveia*

Diz-se que "o povo não tem memória"! O adágio atesta e comprova a sabedoria popular: povo que não tem-na, também não tem história; talvez estórias várias e conforme a retórica encenada pelos atuais "agentes-de-transformação-social" ou exímios disseminadores, cultores e formadores da "opinião pública" porquanto editada, publicada e exposta a todos quantos queiram ver, ler, ouvir e crer ou assistir, nos mais diversos veículos difusores e transmissores de suas abalizadas e especializadas críticas, crônicas e narrativas sobre sinistros, desastres, catástrofes e tragédias anunciadas e previsíveis ou adrede esperadas em face dos descaso desses desgovernos atuais.
De lembrar que, os competentes governantes (assim apresentados, mostrados e “vendidos”, não somente pelos exímios e espertíssimos marqueteiros, nas propagandas enganosas criminosas* e, também, por uma imensa gama da mídia escarlate) os tais e quais que “sabem de tudo, sobre tudo e sobre todas as soluções, antes, durante e enquanto candidatos em campanhas” ...
Chegando lá, e estando lá, a nada sabem, a nada viram, a nada ouviram nem fizeram tampouco farão por se lhes faltarem competência (aquelaanunciada na propaganda enganosa”) de gestores, mormente porque desprovidos de programas, projetos, planos e diretrizes operacionais e estratégicas, para administrar os sinistros, sempre presentes porquanto sazonais ou temporários e conformes às quatro estações.
Relembro aqui o que já havia dito e escrito num webjornal renomado caetés, a saber:
·         “Caro Célio, até parece aquele antigo quadro de um insuportável programa de TV - tirando da reta - onde a CULPA nunca é atribuída e, o que é pior, assumida por quem a cometeu. São mais de trinta e seis meses de INDOLÊNCIA ou descaso com as vítimas de tamanha tragédia.
·         Já em Fukushima, no Japão, que sofreu aquela terrível tsunami, que causou o mais trágico acidente nuclear, tudo foi reparado e está em ordem, restando só apenas descontaminação de áreas mais centrais e críticas de radiação.
·         Na China, construíram um ponte sobre um braço de mar, com 42Km de extensão, que custou menos que uma ponte de 4,5Km “construída” aqui no Brasil. É isso!
·         Restam algumas indagações: qual a serventia de assembleias, TCE, TCU, Controladorias, procuradorias, promotorias, fiscais disso e daquilo e outros Órgãos e Instituições, que parecem sofrer de miopia funcional ou profissional? O que mais se vê e se ouve falar é sobre a IRRESPONSABLIDADE DE EXECUTIVOS nas três esferas, e nada.
·         Nada acontece! Sincera e definitivamente, de Gaulle sempre esteve certo: isso não é um país sério!
·         Abr
·         JG” – à época editado num webjornal famoso, no Blog do Célio.
O que fora feito até agora quanto a tragédia de Mariana, em MG, a do Morro do Bumba, no RJ, e em tantos outros sinistros e outras tragédias? Todos os anos tem-se desabamentos, desmoronamentos, soterramentos, enchentes, inundações e centenas ou milhares de mortos e etc. Ou não?
Em Alagoas, inundações mais graves já tivemos em 1949, 1969, 2010, mas, todos os anos de uma chuvinha acima da média há inundações, enchentes, alagamentos, desabamentos e desmoronamentos, desabrigados e mortes ...
Leiam mais aqui sobre a “tragédia de Mariana”, a saber:
Doutro giro, o mais hilário senão fora trágico, estupidez e deveras incompreensível é em saber que sempre recorrem ou acorrem às Forças Armadas- FFAA -, para tudo que se imaginar – até reuniões de emergências – e, também, para quaisquer situações ou obras necessárias, urgentes e/ou emergenciais, a saber:
  • a)Enfrentar e combater surtos, epidemias e endemias de dengue, zika e chikungunya: instam ações das FFAA;
  • b)Inundações, desabamentos e desmoronamentos etc.: cadê as FFAA? E lá estão prontas e apostas!
  • c)Reconstrução, reformas, construção e pavimentações de estradas, rodovias e vias, pontes e pontilhões: apelam às FFAA; que concluem suas obras antes do prazo e abaixo do custo orçado, ainda devolvem toda a grana não utilizada;
  • d)Olímpiadas, Pan-Americano e “copa-das-copas”, lá estavam as FFAA, para assegurar toda segurança e realização exitosa dos eventos;
  • e) Ocupar morros, favelas e “comunidadesdominadas pelos traficantes, no RJ, FFA neles;
  • f) Restabelecer a ordem e a lei, no DF, aí já demais! É ditadura! É “gópis”! – Esbravejam, vociferam e bradam espumando, babando e cuspindo os iracundos escarlates cínicos, escroques, patifes e finórios!

Dizem mais: é TOMAR o Poder! Como assim: tomar”?
Não se toma o que se tem ou quando se é o dono legítimo!
O correto é RETOMAR o Poder, das mãos de quem não se houve por ele bem zelar! Reintegração de domínio e posse! Retomar o Poder, que é do soberano povo, que tem instado, clamado, apelado e exigido uma imediata, urgente, urgentíssima e imprescindível Intervenção Marcial Castrense federalizada, por 180 dias no máximo, como previsto constitucionalmente!
Exercer o comando, a direção, preservar a lei e a ordem, numa intervenção marcial castrense federalizada, cerrando o congresso e instaurando uma Corte Marcial, para apuração, julgamento e condenação dos culpados e envolvidos até o pescoço na Operação Lava-Jato, e se lhes confiscar a todos os bens amealhados ilícita, imoral e ilegalmente, dentro de 180 dias, no máximo, aí é GRAVIDADE. É ameaça à democracia! É “gópis”! É ditadura e tudo o mais!
O texto abaixo foi postado no vídeo da senadora Simone Tebet, numa rede social, que “considera uma GRAVIDADE que mais de 30% dos brasileiros instem a intervenção das FFAA”! (Sic.)
·         GRAVIDADE? Desde quando uma solução legal, ordeira e prevista no Art. 142 da CF/88, instada para o BEM de todos os cidadãos e cidadãs honestos, honrados, decentes, contribuintes e trabalhadores dignos e de bem deste país, exceto aos corruPTos, corruPTores e terroristas, subversivos e guerrilheiros escarlates de sempre, seria GRAVIDADE?
·         A classe política não quer expurgar seus pares - notem que nenhum dos processados, julgados, condenados e presos, foi sequer expulso de seus "partidos" - o soberano povo e suas forças armadas exigem-na, e defenestrarão e submeterão a todos à Corte Marcial, com cassação, prisão e confisco de todos os bens amealhados ilícita e ilegalmente, claro!
As ações terroristas dos violentos vândalos incendiários, depredadores e esbulhadores dos direitos, da lei e da ordem, equívoca e cinicamente tratados por “manifestantes” – aqueles mesmos que elegeram a chapa vitoriosa, num oprobrioso, inescrupuloso e criminoso “estelionato eleitoral” - é pura normalidade democrática tanto quanto na Venezuela. Patifes Terroristas!
Enfim, é chegada a hora (senão já tardia) de mais um contragolpe, tal e qual nos idos de 1964, quando tivemos mais de 2 anos de paz, tranquilidade, incolumidade, segurança e desenvolvimento social, educacional, financeiro e econômico, quando tentaram impor pela guerrilha urbana e rural, a ditadura escarlate do proletariado, imposta mediante ardilosos engodos eleitorais/democráticos! Chega de ditadura dessa criminosa tesoura-escarlate!
Brasil acima de tudo e de todos os partidos!
Abr

*JG

domingo, 28 de maio de 2017

TODOS SOMOS AMIGOS E/OU INIMIGOS: TÊ-LOS OU NÃO TÊ-LOS

Joilson Gouveia*

Eis, pois, o grande busílis, nó de Górdio, imbróglio, enigma ou crucial dilema, meu preclaro, dileto e culto literato caetés e tupiniquim “Peninha”: "ter" amigos ou inimigos; ainda que se tenha averbado que o "apreço não tem preço", pois o que tem preço nenhum valor tem tampouco valia terá, mas ninguém em toda sua existência consegue TÊ-LOS senão reconhece-los ou fazê-los ou valorá-los consoante os princípios, normas e regras éticos-morais conservados, cultuados, praticados, vividos, adquiridos, apreendidos etc. conforme a escala de valores ou de virtudes de cada indivíduo. Ou não?
O maior Exemplo, mais que douto escólio e sábio ensinamento ou divina lição eterna, pois dada, praticada e exemplificada por ELE há mais de dois milênios idos: “amai-vos uns aos outros como vos tenho amado” ou “amai vossos inimigos” – aqui muito bem relembrado – ou: “dê-lhes a outra face” (Em SEU famoso Sermão do Monte, Jesus Cristo disse: “Não resistais àquele que é iníquo; mas, a quem te esbofetear a face direita, oferece-lhe também a outra.” — Mateus 5:39.), às quais nem todos apreenderam, assimilaram, compreenderam e tão pouco puseram-nas em prática.
·     O iníquo (injusto, malévolo, mau caráter, perverso e praticante de crueldade) conforme à Lei de Talião do “olho por olho; dente por dente”, ao que “esbofetear a face direita” - à época, bater à face do desafeto equivalia ao desafio claro, direto e ostensivo à contenda, ao duelo ou disputa ou ferrenha luta mortal - ofender à face direita (ao de aparência correta, reta, direita, justa, destra, dextra contrária à sestra e diversa de esquerda ou avessa à sinistra) “oferece-lhe a também outra” = à prudência de não se deixar levar pelo desafio instigado, açulado e provocado.
·     Ou seja, “pelo visto, Jesus quis dizer que se alguém quisesse provocar uma briga com um tapa literal - ou com um comentário sarcástico - a pessoa esbofeteada não deveria revidar, evitando assim um círculo vicioso de pagar o mal com o mal. (Romanos 12:17) – A face adversa, contrária e oposta ou antagônica ao ódio é o amor; do inimigo o amigo, da inimizada e amizade.
Inclusive, o próprio Mestre foi negado, por três vezes seguidas, por quem se dizia Seu maior e mais leal e fiel amigo; traído e vendido por outro, dentre os doze que LHE foram dos mais próximos seguidores.
Nesse ínterim, deixaram de O seguir, todos os homens senão toda a humanidade, que mais tem preferido ao escólio tolerante, mais justo, solidário, fraterno e igualitário dos “amantes da humanidadeincapazes de amarem o próximo (no dizer de Nelson Rodrigues: É fácil amar a humanidade; difícil é amar o próximo.) quanto mais aos inimigos. – Ver mais aqui, a saber: http://gouveiacel.blogspot.com.br/2017/03/quando-eu-acuso-culpa-condena-ou-absolve.html.
Aliás, tem-se visto que uma imensa maioria de uma imensa gama de socialistas/comunistas têm preferido até aos “ensinamentos tolerantes, pacatos e pacíficos da lei sharia” contidos no Alcorão (dos maometanos islamitas) que buscam a islamização ocidental ou mundial, como anelado, propalado e disseminado por exímios “agentes-de-transformação-social”.
Doutro giro, porém, já dissera-nos Aristóteles: “Ter muitos amigos é não ter nenhum”, e, mais recente, bem nos dissera Benjamin Franklin: “O falso amigo e a sombra só nos acompanham quando o sol brilha”.
Note bem: não importa quantos os reúnas: inimigos ou amigos; não deixe nunca de brilhar, de nos ofertar seus preciosos bálsamos lenitivos dominicais, caro literato!
No entanto, é prudente jamais olvidar ao que fora asseverado por William Shakespeare, a saber: O maior inimigo do homem é a segurança” - “Não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoa-la por isso”, principalmente estas sentenças: “A sabedoria e a ignorância transmitem-se como doenças; daí a necessidade de se saber escolher as companhias”; ou: “a raiva é um veneno que bebemos esperando que os outros morram”. Ver também: http://gouveiacel.blogspot.com.br/2017/05/quem-anda-com-porcos-farelos-come.html.
Enfim, ano passado até ousamos discorrer sobre o referido tema, noutra oportunidade quanto das assestadas “linhas tortas” e ao “Bem & Mal”, a saber: http://gouveiacel.blogspot.com.br/2016/08/ninguem-tem-amigos-talvez-amigo-amigos.html e http://gouveiacel.blogspot.com.br/2017/04/as-linhas-tortas-versus-escolha.html.
Abr

*JG

sábado, 27 de maio de 2017

SINISTRAS MIGALHAS OU MÍSEROS ÓBOLOS FRACIONADOS COMO OS CONVÉM

Joilson Gouveia*

Percebe-se, dos mais díspares, variados, diversos e diferentes comentários de distintos comentaristas indignados (servidores ou não, prós ou contrários, até tranquilos e favoráveis”), dois pontos discrepantes, opostos e antagônicos:
a) uns condicionam seus votos e/ou reeleição do todo-poderoso suserano e senhor feudal ao “óbolo fracionado anunciado”, como se fora graçola, benesse, sinecura “doada” graças à magnânima bonomia samaritana do déspota temporário – olvidando que é seu dever-poder cumprir, respeitar e fazer cumprir às leis e constituições – pelo que não podem nem devem mendigar, e sim exigir seus direitos legais e constitucionais, – não somos indigente nem mirerável; lembrem-se! -, e;
b) outros que fazem ferrenhas diatribes aos que votaram no que aí está, e objurgam os servidores que confiaram de novo no “novo” ou na “mudança” propagada, propalada e disseminada nas vinhetinhas enganosas - oprobriosas, inescrupulosas, ardilosas e, ao meu parco sentido crítico, deveras criminosas - por argutos, astutos e espertos marqueteiros, que transformam lagartas em lindas borboletas ou mostram possíveis abacaxis virarem uvas e ratos tornarem-se voadores mamíferos sanguinários sugadores do sangue do povo, como soe acontecido.
Os primeiros, como se pode inferir e se nos antolha, seriam os vendilhões mercadores de seus votos condicionados e condicionantes se o alcaide for bonzinho, PROMETER e/ou DAR aquilo que é-lhes de direito: REAJUSTES ANUAIS; nas mesmas datas e nos mesmos índices oficiais, linear e horizontalmente, acima da inflação e para todos os servidores ativos e inativos, viúvas e pensionistas, indistintamente.
Os segundos, criticistas insatisfeitos, contrariados e indignados não só por terem sido logrados nas vinhetinhas criminosas, mas, sobretudo, por não terem visto facção de sua preferência como vencedora ao pleito eleitoral (nas seguras, invioláveis e invulneráveis urnas eletrônicas digitais, da venezuelana Smartmatic (= máquina inteligente) de George Soros) cujo resultado já é consabido (e decidido adrede) conforme acordado, sistematicamente urdido pelas “zelites” aos custos das Tera, Giga, Mega, Hiper Empresas conglomeradas conluiadas com os detentores da tesoura-escarlate.
- Urge lembrar que não há oposição à direita nem de Direita, pois que todos os 35 partidos são de matizes esquerdistas, sinistras e de sinestros sestros à esquerda e de Esquerda.
De notar, também, que há os sobreviventes, que fazem parte da imensa maioria de servidores públicos, cujos subsídios são referentes ao Salário-Mínimo, sequer serão contemplados e destinatários do anunciado óbolo fracionado, fazendo recrudescer ou mantendo-os na miserável, inaceitável e intolerável linha da pobreza, como convém à Esquerda. Vide quadro ao final deste!
Enfim, uma gama de servidores mantém a equívoca ideia de servos, servis, vassalos e escravos do suserano, numa inversão de valores axiológicos, pois que nenhum chefe de executivo é excelência ou soberano senhor do povo, sobretudo dos servidores públicos mantenedores da máquina administrativa da qual aquele é mero servidor-público-número-um do Soberano Povo, e servidor indolente, indiligente, insubmisso e incompetente há de ser defenestrado do cargo que ocupa na referida “máquina”, seja por incúria, desídia ou desobediência legal, que é crime de responsabilidade passivo e passível do acre, ácido, azedo e amaro remedium juris do Impeachment.
Temos dito, repetido, reiterado e replicado: abaixo a tesoura-escarlate!
Urge endireitar nosso espoliado, achacado, depredado e incendiado país!
Abr

*JG

sexta-feira, 26 de maio de 2017

DESOBEDIÊNCIA LEGAL É CRIME DE RESPONSABILIDADE

Joilson Gouveia*

Ressabido, público e notório a todos, mormente aos servidores públicos de que o descumprimento de lei é crime, sobretudo de quem tem o dever-poder definido em lei como sendo suas atribuições, funções e competências. Desobediência legal é crime de responsabilidade, inclusive.
Por conseguinte, se o suserano senhor-feudal descumpre aos dispositivos constitucionais que se lhes impõe o dever de REAJUSTAR anualmente os subsídios dos servidores públicos ativos, inativos, viúvas e pensionistas (Art. 37, X e XI, da CF/88 c/c com as respectivas leis e estatutos civil e militar), na mesma data e mesmos índices, acima dos índices inflacionários oficiais adotados pelos governos.
Portanto, não há porque ajoelhar implorar, mendigar, pedir ou instar – ele não é o nosso patrão, é sim e apenas o servidor-púbico-número-um do seu patrão, que somos nós (povo), não é excelência. Excelências somos nós: o povo; mormente os servidores públicos da Administração Direta e Indireta, que fazem a máquina administrativa funcionar e carrega o piano -, e sim exigir em juízo tal e tais direitos em face do Crime de Responsabilidade por acintosa desobediência e infenso descumprimento de mandamentos legal e constitucional.
Aquele que pede tem sempre duas alternativas eventuais, possíveis e prováveis: receber o pedido ou não o receber; no caso não há o que se pedir senão exigir porquanto direito-legal-constitucional – dura lex sed lex.
Simples: processo nele, inclusive postulando o devido impeachment, impetrando a devida ação judicial, coletivamente, por todas as associações e demais centrais sindicais defensoras dos interesses e direitos dos servidores. Afinal, para que se prestam tais entidades, apenas para arrecadar de seus sócios e manter suas diretorias?
De lembrar que, para enfrentar um poder só outro poder, no caso, recorrer e requisitar ao Judiciário determine-lhe REAJUSTAR nossos subsídios, inclusive os retroativos olvidados, porquanto mandamento legal e constitucional!
Abr

*JG