quinta-feira, 31 de março de 2016

DATA MAXIMA VENIA, O PROCESSO DE IMPEACHMENT NÃO BUSCA SOLUÇÃO DE NENHUMA CRISE! APENAS A DENUNCIA POR CRIMES DE LESA-PÁTRIA!

Joilson Gouveia*
Maxima concessia venia, mas se nos antolha que olvida ou se equivoca o caro jurisconsulto, renomado, competente e douto ministro do STF, Marco Aurélio de Mello, por quem nutro especial apreço, admiração, acompanho e gosto de assistir suas articuladas e bem fundadas teses jurídicas, quando manifesta seus votos ou pareceres em suas relatorias ou divergências dialéticas esposadas, em pedidos de vista, naquela Corte Alta de Justiça.
No entanto, parece não atentar, perceber e notar para o minudente, simples e claro detalhe de que o Processo de Impedimento não tem por viso, objeto, finalidade, fundamento ou por fulcro "solucionar a crise", muito pelo contrário! Já dissemos: eLLa é a própria CRISE!
Ademais, poder-se-ia considerar como sendo o apelidado, alcunhado e pechado ou induzido, imputado ou alegado “GOLPE” ou “GOLPISMO”, se lhes fossem faltar ou faltassem, negassem, tolhessem ou cerceassem suas asseguradas Garantias-Direitos constitucionais da AMPLA DEFESA e do CONTRADITÓRIO, sobretudo, de um julgamento imparcial, impassível, público, transparente e justo.
E, ressabido é por todos, que eLLa os terá – como os tem qualquer cidadão do povo - todo o Direito de exercer, querendo, por óbvio, claro, manifesto e induvidoso, o seu mais legítimo, sacrossanto, impostergável, inolvidável e inalienável DIREITO DE DEFESA conquanto garantido, assegurado, mantido e contido no “due processo of law”, no qual poderá usar de todos os meios e recursos disponíveis, ínsitos e inerentes à mais ampla, irrestrita, geral e total defesa e do contraditório, para tentar rechaçar, repelir e repulsar ou objurgar às imputações contidas no bojo do regular, devido, legítimo, legal, constitucional, ético, jurídico, regulamentar, regimental e democrático Processo de Impedimento, único meio de que dispõe qualquer cidadão numa república democrática, no qual assume o onus probandio ônus da prova cabe a quem alega – e este está bastante fundamentado, com fulcro nos crimes de responsabilidade omissivos e comissivos, seja no pleito de Janaína Paschoal, Hélio Bicudo e Miguel Reale Jr, seja no postulado pela OAB, que tornou a ser aquela instituição de defesa da cidadania, dos cidadãos e cidadãs e da Democracia.
O que teme a “coração valente”, que prefere se espernear, xingar e esbravejar insanas, ensandecidas e insensatas bravatas, bazófias e falácias manuscritas, escritas e digitadas por assessores inescrupulosos, que, em vez de preparar, apresentar e expor sua DEFESA e CONTRADITA, para tentar provar sua imaculada, ilibada, impoluta e indefectível “santa inocência”, mas opta e prefere fazer, dos Palácios, palanques povoados pelos comensais comissionados mantidos por benesses, graçolas e sinecuras, todos arraigados e aparelhados, num desvio de finalidade e de função, dentre os mais de 600 mil “servidores” ou “funcionários” dessa monstruosa, imensa e colossal “máquina administrativa” escarlate, que a nada administra nem gere nem gesta?
Por que age igual ao seu “criador” a coitada caricata “criatura”?
O “poder do príncipe” inexiste numa democracia, sabiam?
Abr
*JG

O ESTÁGIO TERMINAL AGONIZANTE DE UMA ESTRELA QUE NUNCA BRILHOU!

Joilson Gouveia*

Já dissemos, repetimos e reiteramos: “não é honesto defender corruPTos” É, pois, apologia ao crime e aos criminosos!
Pior que um governo corruPTo é ver um cidadão que se diz“honesto” que o defenda”!
A tal alegada "coalizão de ladrões", aqui citada, não seria aquela "vencedora" do escrutínio geral, de 2014, decorrente do mais escabroso, desbragado, inescrupuloso e criminoso ESTELIONATO ELEITORAL da "istóra dessepaiz", o qual até mesmo o seu próprio ícone-mor, o "asceta de pristinas virtudes", o “virtuosoLuís LI - Sir LILS, reconheceu, admitiu e tentou desvencilhar-se deLLa, naquele momento, num colóquio num dos valhacoutos escarlates?
Esse seu “novo arauto”- tão ou mais velho quanto outros velhacos - não é aquele que quase agrediu a uma senhora à porta de um hospital quando essa o questionou sobre a importância da COPA diante do sucateamento de hospitais cearenses? Ou é aquele que tentou agredir aos jovens pacatos manifestantes, que foram expulsos da porta da casa do "príncipe" em pauta, que se fazia acompanhar de trogloditas de sua “segurança pessoal, partícula e privada”, ainda que integrada por briosos alencarinos?
Ou seria aquele urbano, pacato, educado, fino, delicado e democrático “cidadão”, que rasgou os cartazes das frágeis professoras, que protestavam por melhores condições de trabalho, seguras e condignas, também no Ceará? Seria o mesmo que esbravejou que: “um juizinho desse não se cria, no Ceará"; sobre o intrépido, impassível, imparcial, abnegado, diligente e dedicado MAGISTRADO Sérgio Moro? Assim com letras maiúsculas!
É simples: "a caravana passa e ladram os cães” E como ladram os cães! – Mas, ainda assim, nem todos conseguem ou chamam sua atenção!
Vigaristas por embusteiros, intrujões e trapaceiros quando não patetas, palermas e patifes já não seriam bastantes os alarifes, finórios e criminosos processados e condenados da súcia matula escarlate?
Eh! Como fora previdente ao vaticinar sua inconteste profecia o nosso saudoso analista visionário Joelmir Beting – “O PT é mesmo, de fato, um partido interessante; começou com presos políticos e vai acabar com políticos presos!
Enfim, depois do legítimo, regular, normal, regulamentar, legal, constitucional, ético, jurídico e democrático Processo de Impeachment - ora alcunhado, pechado, espezinhado, menoscabado, execrado, enxovalhado e apelidado de GOLPE pelos comunapetralhistas: olvidam que, de 1990 a 2002, os petralhas postularam 50 processos de impedimento! Quem é golpista, na verdade? -, o que tramita fora postulado pela brava, culta e competente Professora Janaína Paschoal, pelo jurisconsulto constitucionalista Miguel Reale Jr e pelo promotor de justiça aposentado e (ex-petista) dissidente Hélio Bicudo, protocolizado, recebido e aceito, por ATO DE OFÍCIO, do Presidente da Câmara Baixa do Congresso Nacional, depois de rejeitar a 27 dos 34 existentes naquela Casa Legislativa – cite-se também e ainda, sobretudo, o mais novo pleito pugnado pela OAB, ainda que um tanto tardio, mas tempestivo e muito bem fundamentado pleito, dos quais aquela que se diz e pensa ser a PresidentA não escapará, pois será impedida, cassada, processada, julgada e condenada, após cassada e presa, deverá ter seus bens confiscados – todos aqueles de origens espúrias, anômalas, ilícitas, ilegítima e ilegais; claro!
É o fim! Findou! Acabou! The End! C’est fini!
Abr

*JG




quarta-feira, 30 de março de 2016

UM JUIZ, A OAB E O VICE-PRESIDENTE NAS PENAS DE UM INSANO, IRASCÍVEL E IRACUNDO BLOGUEIRO

Joilson Gouveia*

A despeito de ter a certeza de que não editarás meus posts – como sói acontecido de CENSURÁ-LOS, tolhendo, cerceando e vetando a livre manifestação do pensamento, negando o direito à liberdade de expressão, coibindo e evitando a dialética díspar, divergente, salutar e contraditória, que engrandece e enobrece quaisquer democracias, ainda assim, ainda que o CENSURES; bem sei que o LERÁS – engolindo seco, calado, contrariado, silente, quieto, mouco e mudo, mas nunca alheio -, bem por isso insisto em postar meus comentários “nesse seu Blog”, muito bem remunerado!
1) DESCULPAS! Desculpar-se ou instar desculpas, por eventuais erros, possíveis falhas, inesperados deslizes, descuidados lapsos ou desatenciosos enganos, é a forma mais simples, sublime, urbana, virtuosa, escrupulosa e expressa ou manifesta humildade que pode existir no ser humano, e, enquanto humano, porquanto sermos seres falíveis e expostos à falibilidade casual que inerente e própria de seres ditos racionais. Até aí nada demais!
Porém, a bem da verdade histórica e dos reais fatos e cristalinos feitos, em nenhum momento o bravo, brioso, intrépido e indefectível MAGISTRADO SÉRGIO MORO instou nenhuma desculpa, umazinha sequer, como insinua o perléudo blogueiro escarlate remunerado; NÃO! Não houve nenhum pedido nesse sentido, consoante já dissemos noutros webjornais caetés, onde postamos o seguinte texto, a saber:
“SÉRGIO MORO NÃO PEDIU DESCULPAS AO STF, COMO ALEGADO NA MATÉRIA
Joilson Gouveia*
A bem da cristalina, clara e solar verdade, só os seres magnânimos, superiores, corteses e urbanos ou sábios e humildes grandes homens são capazes de reconhecer ou admitir e até podem pedir desculpas por seus erros, falhas e enganos! O indefectível Magistrado Sérgio Moro já o fez antes, e o fará, ao reexaminar 4% apenas de suas decisões, das quais com 96% de acertos e todas examinadas, avaliadas e homologadas, ratificadas e corroboradas por instâncias superiores de juízos ad quem. É mais que fato! É a pura verdade!
Destaque-se, também, por fundamental importância, o MAGISTRADO não trabalha sozinho, no caso chamado OPERAÇÃO LAVA-JATO - que tem lavado a alma das "vivas almas" nem tão honestas quanto se diz ser aquele “virtuoso Luís LI – Sir LILS” e o “mais onesto dessepaiz” – ele (O MAGISTRADO) dirige, comanda e conduz juntamente com uma FORÇA-TAREFA constituída de abnegados, dedicados, inteligentes, coerentes, experientes e compenetrados senão vocacionados procuradores, promotores, delegados, peritos, investigadores e policias federais e estaduais, que desenvolvem árduo, gigantesco e hercúleo esforço de análise, pesquisa e montagem desse “quebra-cabeças” e capcioso esquema monstruoso montado por vilipendiadores, achacadores ou desviadores do Erário.
Entrementes, a matéria colacionada, aqui editada, se nos antolha uma tênue, sublime e quase inocente, mas pífia tentativa sub-reptícia ou subliminar de imputar eventuais ou possíveis erros praticados ou imputados ao magistrado, e que, bem por isso, “teria se desculpado”, quando assesta, alude, alega, imputa e induz ao leitor a duvidar do impassível, imparcial, diligente, dedicado e esmerado trabalho do nosso MAGISTRADO e de sua equipe de “intocáveis”, haja vista não ter havido nenhum pedido de desculpas de sua parte, in caso, consoante nos informa o site seguinte, a saber: http://www.manchette.com.br/2016/03/sergio-moro-nao-se-desculpou-com-stf.html. Leiam, comparem, reflitam e concluam!
Reitero: ele pediria desculpas, reexaminaria e corrigiria sim, se fosse o caso!
Abr
*JG”
2) OAB - Quanto às gratuitas, infamantes, caluniosas e difamantes imputações descabidas, infensas e inescrupulosas à OAB, ainda que não tenha nenhuma outorga procuratória para atuar em sua defesa – até porque, na própria, há uma legião de inscritos muito mais capacitados que esse mero Bel -, ainda assim, eis o que dissemos e postamos nesse e noutros webojrnais, a saber:
3) Vice-presidente Temer – o eventual, imediato e incontinenti sucessor político legal, constitucional e democrático deLLa, em caso de IMPEACHMENT, que vem sendo “elogiado” não só pelo blogueiro escarlate remunerado, mas, sobretudo, mormente e principalmente, por todos os comunapetralhistas desesperados com o triste “ocaso da estrelinha vermelha” que nunca brilhou – vide aqui, a saber: http://gouveiacel.blogspot.com.br/2015/10/o-ocaso-de-uma-estrela-que-nunca.html, Como tão bem dissera, previra e vaticinara Joelmir Beting, a saber:
E como ludibriou a tudo e a todos, fatos públicos e notórios, gravados e desgravados, bem por isso urge que se endireite o nosso Brasil, senão vejamos o seguinte, a saber: http://gouveiacel.blogspot.com.br/2016/03/urge-endireitar-nosso-brasil-e-ja.html pois não podemos NEM DEVEMOS viver do jeito que está a ATUAL CONJUNTURA, a saber: http://gouveiacel.blogspot.com.br/2015/10/democracia-ou-cleptocracia.html
Enfim, as “cobras & lagartos” e outros bichos peçonhentos ou quejandos atribuídos ao eventual promissor e breve presidente, em nada surpreende-nos, o arauto fez igual como todos e a todos que divergiram, discordaram ou contrariaram suas irrefutáveis, irreprocháveis e irretorquíveis ideias e ideais comuna-socialistas, nem Mercadante, quando na Casa Civil, escapou do paladino Sir Bob – The Bobo! E de sua afiada pena! Oh! Coitado! Dá uma pena! Acabou o sonho escarlate! Escafedeu-se! Fedeu demais da conta, sô!
Abr

*JG

terça-feira, 29 de março de 2016

BALUARTE DE UMA SOCIEDADE PACATA, CIDADÃ, DEMOCRÁTICA E DE DIREITO – SUS! SALVE, SALVE A OAB!

Joilson Gouveia*

Louve-se, enalteça-se e destaque-se, por supino, essencial e fundamental, a democrática, cidadã e patriótica deliberada decisão da OAB, mormente de seus Conselheiros Federais, que acataram esmagadora vitória da maioria das seccionais, após votação esmagadora (26 X 2), que decidiu impetrar circunstanciada, procedente, contundente, coerente, inteligente, esmiuçada, dissecada e minudente AÇÃO JUDICIAL, que ilustra-nos numa verdadeira aula de DIREITO, direta, didática, objetiva e clara, com fulcro numa exegética e hermenêutica sistemática de nosso ordenamento jurídico-legal-positivo-constitucional. Bravo!
E que bom, para o povo e sua nação cidadã, tê-la de volta e como bastião perene da Sociedade; seja muito bem-vinda para o lado da decência, legitimidade e legalidade enquanto ultima ratio e trincheira democrática, uma “instituição de defesa dos Princípios de direitos e garantias essenciais e fundamentais de nossa cidadania e nossos direitos civis e políticos. É esta OAB que nos serve! Parabéns!
Reitero, in caso, como é prazeroso, esperançoso, viçoso e revigorante ver uma Instituição democrática pugnando pelo devido, legal, constitucional, jurídico, ético e, também, político, regular, regulamentar e regimental, sobretudo urgente, imprescindível e devido PROCESSO DE IMPEDIMENTO ou de IMPEACHMENT, em defesa da Pátria, da probidade, honra, transparência, publicidade e virtuosa decência do povo de BEM, amargurado, indignado, enojado e ludibriado de toda nossa Nação espoliada, aviltada, achacada e vilipendiada por achacadores corruPTos e corruPTores.
Há mais de treze anos que estagnaram, enodoaram, macularam ou reduziram nossa Economia à bancarrota, quebraram nosso país com PIBs deficitários e crescimentos negativos, e a fez chafurdar no iníquo pântano e lodaçal fétido, infectocontagioso, deprimente e degradante da corrupção causando descomunal desemprego de quase dez milhões de demitidos formais, e, o que é pior e mais grave, acintoso e danoso, sem perspectivas de trabalho e emprego aos que buscam seu primeiro trabalho ou emprego dignos, merecidos e justos. É o trabalho que dignifica o homem!
Ademais, todos viram, pelos principais jornais televisivos, uma escória de canalhas, apaniguados e aparelhados escarlates, das legiões de comissionados comensais, iracundos, esbaforidos, agressivos, coléricos e aos berros, tresloucados grunhidos de cães raivosos, espumantes e violentos, que tentou impedir a protocolização do Processo de Impedimento, onde os ex-ministros Eros Grau e Ayres Brito, e atuais ministros Carmem Lúcia, Gilma Mendes, Marcos Aurélio de Mello, o decano Celso Melo e até mesmo Dias Tóffolis, Roberto Barroso e Ricardo Lewandowski, Presidente do STF, já disseram ser legal, legítimo, jurídico, ético, democrático e constitucional aquilo que pecham, cognominam e apelidam de GOLPE - antes nunca fora golpe! Vide abaixo!
Insanos, ensandecidos, perdidos e desesperados!
IMPEACHMENT, já! Para salvar ao Brasil e os brasileiros e as brasileiras, decentes, honrados, honestos e de BEM, “dessepaiz”!
FORA, DILMA! FORA, PT! CADEIA AOS CORRUPTOS E CORRUPTORES!
Abr

*JG





segunda-feira, 28 de março de 2016

ELLES JÁ PENSAM EM DAR O FORA COMO OUTRORA

Joilson Gouveia*

Os CULTS de outrora, que viraram "celebridades" ao se autodenominarem “exilados políticos”, depois de “darem o fora”, se defenestrarem a si mesmos, se banirem a si próprios e se exilarem de livre nuto, por temerem o incontinenti xilindró repressivo dado aos subversivos, terroristas e guerrilheiros, que haviam optado pelo embate bélico e luta armada “pela democracia” de araques – queriam, pois, como sempre quiseram, IMPOR a DITADURA DO PROLETARIADO ESCARLATE, desde os idos 30, 32, 35, 47 e 64.
Os CULTS de então, hoje não passam de carentes, assistidos, dependentes e mantidos comensais por generosas benesses ou Bolsa-Família com o nome de LEI ROUANET, os quais antes se diziam amantes da verdade, da transparência, da publicidade, da liberdade de expressão e da livre manifestação do pensamento ou do sacrossanto direito de ir, estar, ficar, permanecer, voltar e vir, que eram os exímios intelectuais ou “cabeças pensantes do passado”, que se diziam “novos bárbaros” e lutar pela "democracia" nos seus protestos de "ABAIXO A DITADURA", estão quietos, calados, silentes, mudos, alheios e moucos aos reclamos dos mais de seis milhões de brasileiros indignados, enganados e envergonhados com essa coisa que aí está, a qual chamam de "governo" e de uma "presidentA", que pensa que preside (mero marionete do “asceta de prístinas virtudes”) cujo verbete, vocábulo e termo bem reflete o retardamento mental de quem o usa, escreve, digita, defende e pronuncia! O neologismo inexiste e é indecente tanto quanto sua usuária!
Aliás, aquela grande lutadora de "coração valente", que lutava pela "democracia" sequer consegue aceitar, acatar, entender e respeitar ao ESTADO DEMOCRÁTICO, HUMANITÁRIO e de DIREITO, mormente às Leis, Constituição, dogmas, normas, e regras do legítimo, jurídico, ético, moral e regimental due processo of lawdevido processo legal – sobretudo ao remedium juris do cidadão politizado, da consciente cidadania e do exigente, insatisfeito e indignado povo que tem reiterado seus protestos pacíficos nas ruas, que é o Processo de Impedimento, um remédio adequado, necessário, próprio e democrático de destituição daquele que fora eleito democraticamente, mas que não se houve por bem em respeitar as LEIS, CONSTITUIÇÃO, LRF e, também, aos demais Poderes republicanos, principalmente ao Judiciário, que não se cansa em dizer da legalidade, legitimidade, admissibilidade e procedibilidade do IMPEACHMENT em face de perpetrados CRIMES DE RESPONSABILIDADE ou de LESA-PÁTRIA.
O governo não pode nem deve servir de valhacouto aos alarifes, finórios e meliantes suspeitos ou investigados ou indiciados pela Justiça e, portanto, eventuais potenciais fugitivos, sob pena de despenhar da LEGALIDADE – ORDEM JUDICIAL SE CUMPRE, ainda que dela se insurja, se recorra e se apele, mas, antes, há de se cumprir e acatar íntegra, completa e inteiramente! Aliás, sequer exonerou seu breve ministro e futuro brevíssimo presidiário, pois que o finório já pensa em DAR O FORA, como os CULTS de outrora!
Abr
*JG
P.S.: Leiam aqui, a saber: http://www.manchette.com.br/2016/03/ex-ministro-do-stf-sobre-dilma-quem-nao.html



domingo, 27 de março de 2016

ALUCINADAS, INDECENTES E ENSANDECIDAS ILAÇÕES ESCARLARTES

Joilson Gouveia*

Ao atento, astuto, arguto, coerente, combativo e inteligente leitor "Antonio": tu és fogo; e sempre calando o arauto! Assim, o matarás, sempre humilhas o “véio” insano, debilitado, decrépito e entorpecido por alucinógenos e outras "cositas más"! Parabéns por lembrares o dito por Eros Grau, que sintetizou toda celeuma do imbróglio escarlate; disse tudo!
Doutro banda, sobre o assunto, na IstoÉ, há uma citação extraída da galeria de um presídio feminino paulista, que bem define a situação do “asceta de prístinas virtudes”, Luís LI – The Sir LILS, o virtuoso e “mais onesto dessepaiz”, a saber: “quem fala a verdade não precisa de advogado, quem fala meia verdade precisa de um, quem mente inteiro é bom ter dois”. Não há notícias de que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tenha feito alguma visita a essa prisão, mas é muito provável que ele conheça os dizeres registrados naqueles muros." (Sic.)
Ou seja, se mentes pela metade, um advogado; se mentes inteiro, dois advogados. Como se sabe, pois público e notório, que eLLe contratou uma “banca de ourode bem mais de vinte, já se pode inferir de suas inverossímeis "verdades"; ou não?
Eu, a despeito disso tudo, quizilas, imbróglios e celeumas, prefiro relembrar o dito por Abraham Lincoln, sobre mentiras e mentirosos, a saber: a) "Nenhum mentiroso tem uma memória suficientemente boa para ser um mentiroso de êxito”, ou; b)Podeis enganar toda a gente durante certo tempo; podeis mesmo enganar algumas pessoas todo o tempo; mas não vos será possível enganar sempre toda a gente”.
Enfim, o finório escarlate não engana mais a ninguém, salvo aos seus asseclas, sequazes e séquitos integrantes de sua súcia matula escarlate, inclusive ao mentecapto, ignaro, pueril e “inocente útil” que assesta que o "sangue vai dar no meio da canela, se prenderem seu guru" – meras bravatas, bazófias, galhofas, embustes, falácias falazes de palermas, patifes e alarifes do mesmo jaez do ex-ministro relâmpago e já quase perene presidiário; o dito procede igualmente a tantos outros que tentam amedrontar, aterrorizar e afrontar ao povo decente “dessepaiz”, com ameaças inócuas, inanes, inermes e inóxias, próprias de idiotas, imbecis e devoradores de alfafas ou cadelas e cães vira-latas.
Tenho dito: muito pior que um governo corrupto é um cidadão que o defende! Não é honesto, decente, honrado ou virtuoso defender corruPTos e corruPTores! Não pode ser honesto um cidadão que defenda esse “desgoverno”!
Abr
*JG
P.S.: “Quando os que comandam perdem a vergonha, os que obedecem perdem o respeito”! – Georg Lichtenberg- escritor, matemático e filósofo alemão.


sábado, 26 de março de 2016

O ILUSIONISTA FINÓRIO SÓ ILUDE AOS SEUS ALARIFES ESCARLATES

Joilson Gouveia*

O detentor de 29 “dipromas” de “Doctor Honoris Causa”, graçolas, sinecuras e benesses concedidas por benevolente beneplácito de universidades de cunho ideológico esquerditaPATA, repletas de “mestres e estudantes” saudosistas que cultuam, veneram e vivem o saudosismo do comunismo/socialismo cruel, assassino e tirano, que não deu certo em nenhuma plaga, rincão, canto ou lugar desse mundo, está vociferando, esbravejando e expelindo seus excrementos próprios de sua verborragia em nada pudica, saudável ou tolerável no seio de uma sociedade urbana, mormente pelos termos de baixo calão, chulos, infensos e ofensivos, fétidos excrementos defecados ou vomitados em suas bravatas, bazófias, falazes, mendazes e loquazes falácias de um ilusionista finório, que diz: “que se dane a economia do país! É preciso, agora, salvar o “putê”! É isso que importa”! Desesperados, assustados e acuados. O cerco está apertando!
O dito feito (ou malfeito) deu-se no último encontro com seus sequazes, séquitos e militantes da súcia matula escarlate! As suas “verdades” parecem convencer aos comunapteralhistas do seu “partido” – leia-se organização criminosa ou mafiosa quadrilha-, presentes ao evento e aos falsos “jornalistas e blogueiros” ou “intelectuaisesquerdistaPATAS mantidos pela Rouanet, que tentam disseminar, espalhar e pulverizar suas “verdades” como sendo a “tábua” da salvação da desastrosa, trágica, calamitosa, desidiosa e criminosa conjuntura que nos aflige a todos e em todos os aspectos, vetores e campos: econômico-político-social-ético-jurídico, dentre outros! Pasmem! A situação caótica, que seria normalizada, corrigida e recuperada em apenas “seis meses” – (risos e gargalhadas!)
Fato é que eLLes tiveram mais de longos treze anos dando as cartas, atando e desatando, mandando e desmandando, com mais desmandos e desatinos e desvios e doações de nosso espoliado, combalido e achacado Erário.
Ficaram mais de treze anos (ainda estão, infelizmente!) não resolveram o "pobrema da economia que eLLe quer resolver amanhã". O "GOLPE", "crasse trabalhadora" é hoje? Por que? Para tentar LIVRAR o couro deLLe! Engraçado! Contra o Collor nunca foi GOLPE!
Eis que o alarife, finório, malandro moderno, querendo usar os "inocentes úteis", na linha de frente do embate. Emprego, trabalho, saúde, educação, segurança e etc., tudo isso são coisas secundárias!
Já temos quase 10 milhões de desempregados formais, ou seja, os que tinham emprego e trabalho e foram demitidos - lembram que eLLe prometera isso ao Brasil e aos brasileiros: “vou gerar mais de 10 milhões de empregos”, dizia "lulinha-paz-e-amor"? Ficou por 8 anos, pôs a sua marionete, fantoche, por mais 5 anos, e nada!
Ah! Contou como "empregados" os que recebiam BF! Até quando a "crasse trabalhadora" será manipulada por esse dissimulado, nefasto, funesto e nefando finório?
Basta ver que os SEM-TERRA permanecem sem elas! Os SEM-TETO continuam sem moradia ou um teto por abrigo. Os SEM-Educação, SEM-trabalho e empregos permanecem dependentes de BOLSAS isso e aquilo ou a quilo – mantidos por inescrupulosos óbolos escravocratas em currais famélicos. Um programa social dá certo quando seus assistidos deixam de carecer dele.
Já temos quase dez milhões de desempregados formais, ou seja, trabalhadores que foram demitidos de seus empregos de carteira assinada; sem falar nos desempregados que sequer conseguem seu primeiro emprego ou trabalho!
Chega de panaceias ilusionistas desse fracassado ex-ministro e quase presidiário que anela asilo na Itália! Vai à Cuba que o pariu!
Abr

*JG


sexta-feira, 25 de março de 2016

PAU NO LOMBO DE CHICO, EM FRANCISCO NÃO; QUANTA HIPOCRISIA!

Joilson Gouveia*

Desesperado, entorpecido, acuado, cercado, sem saídas, alternativas, explicações e sem rumo, o arauto escarlate muito bem remunerado pelas tevês educativa e gazeta de alagoas, além de auferir como comensal assessor parlamentar júnior da presidência do senado, do alto de seus tamancos e feito animal rampante, rosnou, rugiu, esbravejou, bradou e vociferou que “IMPEACHMENT é GOLPE SIM”, afrontando infensa e contrariamente, peitando e discordando dos ilustres, doutos, renomados e excelentíssimos senhores ministros do STF, Carmem Lúcia, Celso de Melo (decano daquela Corte), Aires de Brito, Dias Tóffolis, que haviam dito, em entrevistas aos jornais e tevês, “ser o IMPEACHMENT procedimento legítimo, legal, processual, constitucional, ´jurídico, ético, moral e político das democracias que se dizem ou pretendem ser um Estado de Direito, Humanitário e, portanto, Democrático”.
Bem por isso, a “estrovenga” caetés, nordestina, brasileira, mas que AMA Cuba e morre e mata pelos comunapetralahistas – exatamente nessa ordem -, surtou, pirou de vez, endoideceu em delírios, devaneios e desvarios tresloucados de histéricos oligofrênicos insanos, ensandecidos e espumantes, haja vista que teve o desplante de assestar que o “Processo de Impeachment, pode até ser legítimo, legal e tudo o mais, noutros países, aqui no Brasil, não! Aqui sempre foi e será GOLPE”! Pasmem!
Ora, pois, estaria insinuando que o seu “patrão” rádio-jornal-televiso-cibernético teria sofrido e sido vítima de um GOLPE, em 1992, num conluio urdido, manietado e praticado pelos comunapetralhistas, que o intentaram desde Sarney (derrubaram e cassaram o “caçador de marajás), tentaram defenestrar Itamar, que o sucedeu e, depois, por duas vezes, ao FHC, todos eleitos soberanamente, pelas vias democráticas eletivas?
Ademais, amalgama, distorce, embrulha e tenta desconstituir fatos e, portanto, realidades ao assestar, aduzir, alegar e imputar que o “comandante do golpe” não o intentaria se a mulher e filha dele também estivessem presas como a prima-irmã da cunhada do “bravo, herói, probo e impoluto tesoureiro e grande ícone Vaccari, que fora presa por similitude, semelhança e aparência com alarifes, engano remediado de pronto, imediato e incontinenti, quando detectado. Quiçá o único deslize da Lava-Jato! Somos humanamente falíveis, enquanto humanos, pois sim!
Aliás, o famigerado finório escarlate sequer cita que o Processo de Impedimento fora postulado por brilhantes jurisconsultos e de notáveis, notórios e exponenciais saberes jurídicos: Profª. Janaína Paschoal; constitucionalista Miguel Reale Jr e Hélio Bicudo, promotor aposentado, dissidente petista (fundador do PT!), que fora recebido, protocolizado e aceito pelo Presidente da Câmara, por Ato de ofício, depois de rejeitar a 27, dos 34 existentes, naquela Casa Legislativa.
O remedium juris do Processo de Impeachment ou de Impedimento, alcunhado, apelidado, cognominado e pechado de GOLPE pelos comunapetralhistas, mormente pelos envolvidos no PTrolão, que tentam criminalizar aos paladinos integrantes da Força Tarefa, composta de abnegados, intrépidos, diligentes, dedicados, competentes delegados, policiais, promotores, procuradores e MAGISTRADO federais, destaque-se aqui, por supino, importante e fundamental, ao indefectível, implacável e inflexível MERITÍSSIMO MAGISTRADO MM SÉRGIO MORO, que arrisca seu, cargo, carreira e até a própria vida para desvendar, desvelar, desnudar, desmascarar toda a súcia matula de alimárias escarlates, enquanto estes querem criminalizar aos seus investigadores “intocáveis”, éticos, irreprocháveis, impassíveis e imparciais, que pugnam no combate à corrupção arraigada, independente dos partidos flagrados com a mão na cumbuca, enquanto os escarlates tentam e até “defendem” seus asseclas, séquitos e sequazes independente da corrupção e dos demais crimes cometidos. Seria hilário senão fora inescrupuloso, oprobrioso e criminoso.
Vergaste-se, coíba-se e puna-se ao xerife que ousou e descobriu o cadáver vítima do algoz e o seu verdugo, flagrado, registrado e gravado por sons e imagens, pois ele sequer sabia que havia câmeras de vídeo registrando sua conduta criminosa, e, sendo assim, invadiria a privacidade do carrasco assassino! Faz-me rir; não de alegria, claro! Patifes! Palermas! Pulhas! Patranhas!
Ao ensejo, no caso “cachoeira” – vejam os vídeos nas redes e canais de internet, quando defendem não somente suas gravações, mas, sobretudo, suas divulgações, estribados do direito à informação e da livre e manifesta liberdade de expressão, igualmente, também, no caso do vazamento do Wikileaks, que detonou o serviço secreto e de segurança dos U.S.A (“isteites”). Calhordas! Cínicos! HIPÓCRITICAS!
Convenientes convictos: façam o que digo e não o que faço! Chega!
Enfim, “a culpa não é de quem divulgou a bobagem e sim de quem fez a bobagem! Se não querem que seja divulgada suas bobagens não faça bobagens, né?” Palavras e risos do “asceta de prístinas virtudes” sobre o caso Wikileaks! O quase ex-ministro do presente e do futuro e quase futuro presidiário! Ou não?
Abr
*JG
P.S.: Anelo a “colaboração premiada” quando Il Capo estiver no xilindró da “República de Curitiba”, ou na Papuda! Em breve, muito em breve!

quinta-feira, 24 de março de 2016

O BOTE DA JARARACA VELHA DESDENTADA, FERIDA, TRISTE, CONDOÍDA E RESSENTIDA. OH! COITADA!

Joilson Gouveia*

Odiado, perseguido, agredido, acuado, acusado injustamente, incompreendido e inocente de todas as imputações, suspeitas, indícios e provas, meu Deus! Chega! Corre! Minha gente, corre! Acudi-o, socorrei-o, salvem-no e protegei-o! Que coitadinho! Meu Deus! Quanta injustiça ao digno benfeitor generoso, amante e protetor dos pobres – “que não podem lhe dar dinheiro só os empresários”... “nem a Dilma que fazer um Medida Provisória para DAR dinheiro” ao virtuoso, coitado! – Que usa “os peão da CUT para encher de porrada os coxinha”, malgrado pregar a paz, na Paulista (Sic.)
Logo eLLe, que “tirou milhões da pobreza” – e ainda não devolveu um centavo sequer! Por falar nisso, no grande “ato de defesa da democracia”, viram que “imensa multidão voluntária, espontânea, gratuita”, ou seja, não remunerada (?) para estar ali presente, para enaltecer, admirar, venerar e ovacionar ao grande-líder e bradarem: NÃO VAI TER GOLPE! No palanque: um casal ou dois negros representando aos demais negros que o apoiam, me pareceu cota até no palanque!
A “ópera bufa”, na Paulista e noutros rincões (quase trinta e cinco no país inteiro! Até showmício houve. Pasmem!), que, num coro muito mal ensaiado, por sinal, apesar de “toda trama, de toda lama e de toda chama” ou todo pão, mortadela, salame e os trinta dinheiros! Cá para nós: será que o coitadinho acredita mesmo que seja um “líder”, para reunir tantos zumbis de vermelho que quase encheram a Paulista?
Tamanho cinismo, desfaçatez e dissimulação só se encontra em finórios meliantes ou em alarifes escamoteados e, também, muito bem remunerados artistas, aquele carentes, necessitados e dependentes da Rouanet, que sabem desempenhar por excelência um bom papel! E que papel; não? Aplausos! Bravos! Vivas!
Por que será que “as zelite”, “os coxinha”, a “PIG” nacional e internacional, e “os golpista” o odeiam tanto assim? O que teria feito o coitadinho? É um ódio espontâneo, gratuito e sem motivação?
Indago mais: trata-se de “ódio”? Será que aprendemos com aquela mentora “inteligente” Chauí?
Gente, que peninha comiserada, condoída, dolorida e dolorosa, que dó desse coitadinho, desvalido e desprovido de tudo, inclusive virtudes! Que sempre usa jatinhos, sítios, barquinhos, pedalinhos, iates, ilha e tríplex dos “amigos” – sem falar noutras “pequenas propriedades” no imenso Centro-Oeste brasileiro, até na Argentina, como se sabe e se comenta na grande rede mundial cibernética e sociais.
Ah! Já sei! É que a jararaca deve estar ferida da “paulada” que levou, mas nem acertaram sua cabeça, por isso que rasteja, se esgueira e se esconde nas sombras das matas de Atibaia e das Astúrias, no Guarujá, à espreita e de atalaia ou até debaixo da saia da mais alta mandatária, para um novo bote.
O “Nero de araques”, o “asceta de prístinas virtudes”, o “mais onesto dessepaiz”, o virtuoso “Luís LI – The Sir LILS”, o intrépido corajoso e audaz paladino escarlate, que foge da Lei, da Ordem, dos fiscais das leis e dos grandes, justos, decentes, dedicados, competentes e diligentes MAGISTRADOS, que ainda não estão “acovardados”, o ministro ioiô ou aquele que foi sem nunca ter sido... Foi-se...
Doutro giro, ad argumentandi, permito-me transcrever um texto pescado numa grande rede social, na página de Joice Hasselman, a saber:
  • “O pobre não entrava na faculdade. O que o PT fez? Investiu na Educação? Não, tornou a prova mais fácil.
  • Mesmo assim, os negros continuaram a não conseguir entrar na faculdade. O que o PT fez? Melhorou a qualidade do ensino médio? Não, destinou 30% das vagas nas universidades públicas aos negros. Querendo dizer que eles não tem capacidade.
  • O analfabetismo era grande. O que o PT fez? Incentivou a leitura? Não, passou a considerar como alfabetizado quem sabe escrever o próprio nome.
  • A pobreza era grande. O que o PT fez? Investiu em empregos e incentivos à produção e ao empreendedorismo? Não. Baixou a linha da pobreza e passou a considerar classe média quem ganha R$300,00. 
  • O desemprego era pleno. O que o PT fez? Deu emprego? Não. Passou a considerar como empregado quem recebe o bolsa família ou não procura emprego. 
  • A saúde estava muito ruim. O que o PT fez? Investiu em hospitais e em infraestrutura de saúde, criou mais cursos na área de medicina? Não. Importou um monte de cubanos que sequer fizeram a prova para comprovar sua eficiência e que aparentemente nem médicos são. (Um já foi identificado como capitão do exército cubano)
  • Alguém ainda duvida que esse governo é uma tremenda mentira? BASTA” (Sic.)

Do texto suso transcrito, divirjo do primeiro parágrafo, pois pobres nunca foram impedidos de ingressar nas universidades públicas, antes!
Há centenas de milhares de exemplos contrários ao dito “veto” aos pobres nas universidades públicas federais e estaduais!
Enfim, os escarlates estão perdidos, atônitos, desesperados de tantas tramoias, trapalhadas, palhaçadas, negociatas, maracutaias, asneiras, bravatas e bazófias ou tiros nos pés: “Alô, eu tou mandando o papel... para usar só em caso de necessidade, tá?”
Abr

*JG




quarta-feira, 23 de março de 2016

A DIGNIDADE É COISA DE ESCARLATES COMUNAPETRALHISTAS (?)

Joilson Gouveia*

Averba em seu Blog, na Gazetaweb, um dos arautos escarlates bem remunerados pelo Erário porquanto se diz pioneiro “jornalista” e proficiente assessor parlamentar júnior da presidência do senado, que o “Teori Zavasky”, na teoria hipotética, teoricamente falando e, portanto, não prática, até pode ter “resgatado a DIGNIDADE” – se é que os finórios escarlates sabem o significado exato do verbete, termo ou vocábulo “resgatado” – sobretudo, destaque-se por supino, importante e fundamental, depois que o alarife bradou, vociferou e esbravejou com sua cúmplice sobre Poderes, Órgãos e Instituições republicanas que estariam ou seriam “totalmente acovardadas” e “juízes sem saco”, onde talvez a Rosa pudesse fazer qualquer coisa que pudesse reconhecer a GRATIDÃO de terem sido ascendido aos vários cargos.
É que, para o “asceta de prístinas virtudes”, o virtuoso Luís LI, The Sir LILS, o ilibado ou imaculado e o covarde fujão “mais onesto que quaisquer vivas almas dessepaiz”, todos que ascenderam ou que tiveram sua parentela nomeada em majestosos, permanentes, perenes e vitalícios cargos, mediante sua caneta e pela da sua “criatura”, inclusive a esta também, que o chama, trata e paparica como se ainda fora presidente, o qual pensa, crê, age e atua ou exige ser tratado como tal, pelo que se infere dos últimos episódios de conhecimento público, todos os nomeados por esses dignos, ilibados e virtuosos lhes DEVEM GRATIDÃO AD AETERNUM.
Aliás, urge destacar, também, que nenhuma mulher, independentemente de sua opção ou preferência ou simpatia sexual, disse uma única palavra ou frase em objurgação, repulsa, repudio e reproche aos descabidos, inadequados e impróprios porquanto desbragados, inescrupulosos e, para mim, criminosos quando não desairosos comentários sobre sua amiga que teve seu Apto invadido por cinco machos (“um sonho abençoado ou presente de Deus”, segundo os dois “companheiros”, numa apologia senão ao estupro ou a curra, que se riram felizes, alegres ou folgadamente da situação) mas escabroso, asqueroso, nefasto, nefando e odioso desrespeito à dignidade feminina e humana. O affair bem traduz suas digníssimas “autoridades”.
Porém, é muito e mais estranho esse silêncio, mudo, calado, mouco e quieto das tais entidades de diretos humanos, da mulher e das minorias. Ou não?
Somos, bem por isso e outros quejandos, motivos de hilárias piadinhas mundo afora, como sendo “o único país do mundo onde caçam juízes em vez de bandidos ou criminosos, estes recebem proteção, guarida, couto e valhacouto ministeriais, para fugirem à longa manus da Justiça”, o que bem reflete os dignitários e suas dignidades digníssimas; ou não? Isso é uma INESCRUPULOSA vergôntea!
Abr

*JG