segunda-feira, 31 de agosto de 2015

POR QUE ALAGOAS NÃO EVOLVE E NÃO SAI DA LAMA E DO LODAÇAL DE SEMPRE?

Joilson Gouveia*

Aos incautos, ignaros agnósticos e de esquecida memória ou saber restrito aos conhecimentos político-culturais histórico sobre nossa combalida, achacada, aviltada e espoliada república tupiniquim e nossas plagas caetés, que deveria ser o Estado-membro mais evoluído, industrializado, desenvolvido, seguro e progressista que os demais estados do Nordeste senão do nosso Brasil pelos números de presidentes da república que tivemos, desde o fim da monarquia até os dias atuais, sobretudo na chamada Nova República ou pejorativamente alcunhada "república das alagoas", que havia domínio do executivo e do legislativo nas mãos de "alagoanos" que detinham os “Cetros do Poder e de Poder” - por várias vezes consecutivas ou não - No entanto, qual, quanto ou quão evoluído se tornou nosso depauperado Estado e desenvolvido seu povo caetés?
O nosso pequeno vizinho Sergipe, o menor estado brasileiro em área física ou territorial, esbanja progresso, evolução e crescimento em todos os sentidos ou níveis de desenvolvimento e de bem comum e de bem-estar do seu povo, só para citar um exemplo!
Ah! Aqui abro parêntesis e indico aos leitores uma visita ao seguinte URL de nosso Blog, o seguinte texto, a saber:
Alagoas, meus caros alagoanos, de há muito amarga, pena, sofre e é espoliada pelas mesmas poderosas “famigliasdetentoras do Poder, desde os idos de 1817, velhos coronéis sem patentes, mas cheio de malícias e de milícias fiéis, bem por isso não sai do lodaçal pantanoso de sua eterna “massayok” – terreno alagadiço encharcado entre lagoas, lagos e o mar – que, hoje, está proliferada, infestada e infectada por coliformes fecais, notadamente em suas praias ou piscinas naturais que, ainda assim, funcionam como nossos cartões postais da “terra dos marechais” ou do nosso “menestrel das Alagoas” e outrora “paraíso das águas”! É fato! Leiam mais aqui, a saber: http://gouveiacel.blogspot.com.br/2011/06/aristodemocracia.html
Bem por isso, vem a calhar um texto de um leitor, enviado a um webjornal caetés, a saber:
Sr Editor, queridas amigas e amigos jornalistas e meus sofridos irmãos alagoanos até quando seremos alvos inocentes e desmemoriados daqueles que desmantelaram nosso Estado nesses mais de trinta anos que alguns poderosos estiveram no poder alagoano?
Nosso Estado é vítima dessa mesma elite que domina o latifúndio e que impõe a cruel monocultura açucareira há mais de 50 anos e que jamais permitiram outra cultura e menos ainda novas indústrias sem que fosse preciso pagar-lhes uma comissão para instalação delas no Estado.
Há uma bancada federal com "representantes" de mais de quatro ou cinco legislaturas e que nada ou pouco fizeram por Alagoas e, agora, querem manter-se no Congresso, pela reeleição. São os mesmos que votaram contra a estabilidade dos servidores e destruíram as conquistas e direitos dos trabalhadores e que tornaram permanente impostos ditos provisórios (IPMF e CPMF, só para lembrar).
Há até quem pose de bom moço arrependido e se dizendo vítima e absolvido pela mais alta corte de justiça. Ora, quando renunciou suspendeu o processo de responsabilidade, mas foi condenado há mais de oito anos de suspensão dos direitos políticos.
Elle, que confiscou o suado dinheirinho do povo trabalhador e dos combalidos aposentados, foi expulso do Planalto por sua arrogância e megalomania, mas ficou "sofrendo" em Miami, por mais de 10 anos "trabalhando duro" para sobreviver. Agora bota imagens de santos no sovaco e sai explorando a boa-fé do povo prometendo fazer aquilo que nunca fez enquanto maior autoridade do País - e ainda há quem acredite na mudança de caráter, como se tivesse tido (é que o povo esquece o sábio dito popular: pau que nasce torto morre torto).
Sergipe tem aquilo que AL não tem justamente porque lá eles nunca tiveram essa nossa elite que tenta e volta ao Poder, pela reeleição dela ou apresentando seus primogênitos sucessores todos posando de trabalhadores. Lá não há falsos sergipanos nascidos cariocas e posando de nordestinos e sequer há uma bancada federal com mais vinte ou trinta anos sem fazer nada pelo povo de seu estado já que são seus representantes. Essa é a diferença, espero que nós, os alagoanos, possamos lembrar e fazer a distinção na hora da eleição.
Maceió, 16 de setembro de 2002
Joaquim Ferreira”
Enfim, olhem a data do texto supra, agora vejam o berço natal ou natural e seus municípios limítrofes, do perene Presidente do Senado e tenham suas próprias ilações; ou não?
Abr
*JG
P.S.: Se “alabaiano” ou “baiagoano” ou de onde quer que seja o dito Fernando Soares, não importa tanto, o que realmente IMPORTA é que fale, prove e comprove sua "delação premiada", para que o Brasil e sua população se sintam aliviados e livres dessa raça, que deverá ser processada, julgada, condenada, cassada, defenestrada, presa e punida por IMPROBIDADE e outros quejandos! Ou não?

sábado, 29 de agosto de 2015

SEM MEDO, SEM RAIVA E SEM ÓDIO, MAS VERGÔNTEA, NOJO, ASCO, REPÚDIO E ABOMINAÇÃO É O SENTIMENTO DA NAÇÃO!

Joilson Gouveia*
O temor, o medo ou justo receio de algo ou de alguém ou a alguém se dá, via de regra, pela temeridade do que seja esse ente e aos danos que ele possa causar ao semelhante ou às pessoas de bem da sociedade, isso, por si e só ou tão-somente só justificaria sua indagação, meu caro arauto senil, decrépito e debilitado ou demente socialista comunapetralhista?
Seria ele um meliante, marginal ou bandido de altíssima periculosidade ou assassino cruel, impiedoso e sanguinário verdugo ou bárbaro atroz e frio algoz ou mesmo um insensível carrasco ceifador de vidas humanas, para ser um terror terrivelmente temido?
A indagação especulada e editada ou proferida deve justificar a sua índole; não? Seria tão pernicioso o maléfico Mefisto, o homo lusco temível, terrível ou o terror nefasto e por isso mesmo temido e por quais razões nos causaria tanto temor?
É estranho, sir Bob! Saibas que é muito estranho e uma desmedida vergôntea sentir ou ter medo de bebuns ou cachacistas e alcoólatras etilizados e inveterados – “nunca tema nem discuta com um bêbado indique-o o bar mais próximo”; aforismo popular. A voz do povo é a voz de Deus!
Por falar nisso, saibam todos que somos 93% de uma população de mais de 204 milhões de brasileiros, in genere et in totum, que desaprovamos, abominamos e repudiamos à vergonha desastrosas aos seus desgovernos comunapetralhistas, mormente depois do PTrolão, já que o mensalão sequer existiu – segundo eLLe, né Bob? – Não existiu nem existe, mas há muitos de seus comparsas condenados no e pelo mensalão. Ou não?
Olha só, meu caro arauto senil, debilitado, desgastado, decrépito e desvairado em seus delírios e devaneios etílicos ou entorpecidos por alguma droga natural, homeopática ou alopática ou misturadas e juntas - nunca se sabe, né? Tem-se gosto prá tudo, né? –, se, por acaso e caso seja mesmo eLLe o próximo candidato, em 2018, com essas urnas venezuelanas smartmatic, sem impressão do voto depositado nessa urna seguríssima, invulnerabilíssima, imaculadíssima e com apuração, computação, totalização e aferição dos votos de forma sigilosa, oculta e secretíssima, como tem sido e o foi a da “reeleição deLLa”, aí sou capaz de “cantar a pedra” e gritar BINGO!
Será eleito com uma diferença apertadíssima de 1% a 3%, no máximo, e de 0,5%, no mínimo, né? Quem conta os votos decide a eleição e nunca seus eleitores; já dissera seu Stálin e todos vocês sabem disso; ou não? Aliás, com essas urnas eLLe poderá até ser presidente do próprio partido ou quem sabe de algum time de várzea, porque nem de sindicato nenhum eLLe ganhará mais, jamais! “Presidente de honra do PT” Acaso sabem o significado deste verbete?
Em verdade, nós os brasileiros e as brasileiras decentes, honestos, honrados e cidadãos e cidadãs de BEM não sentimos nenhum medo deLLe, nem de quaisquer um dos comunapetralhistas, nem raiva, nem ódio, como costumam alegar, insinuar, aduzir ao vociferarem suas bazófias, bravatas e falácias em suas perorações enfadonhas, desgastadas e superadas das mesmíssimas ladainha e cantilenas de sempre, que não mais enganam a nenhum cidadão ou cidadã com o mínimo de discernimento ou mediano saber e intelecto comum, o que todos nós sentimos é nojo, asco, abominação e vergonha de vê-los desviando e doando nossas riquezas, tesouros e Erários, tirando de seu próprio povo brasileiro, para DOAR e PERDOAR e tornar a emprestar, obscura, espúria, sigilosa e secretamente, nossa sofrida grana aos países de tiranos e déspotas vermelhos socialistas, os quais só se sustentam com nossa dinheirama desviada.
Sentimos vergonha de ter sido enganado e de ver nosso Brasil ser espoliado, achacado, vilipendiado, aviltado e assacado por essa súcia matula de alimárias e comensais que se deram muito BEM – vejam os seus patrimônios, mormente aos da alta cúpula do PT - e comparem com os brasileiros carentes, necessitados e desempregados reféns num curral eleitoral famélico com suas bolsas em forma de óbolos e “caridosas migalhas”!
Ah! A pergunta correta seria: a) “Será que eLLe poderá se candidatar, em 2018?”; b) “Conseguirá livrar-se das malhas da justiça, depois do PTrolão e do mensalão, onde tudo indica ser eLLe, o “cabeça”?; c) “Cumprirá pena em quais dos presídios ou penitenciárias? Doctor honoris causa não dá direito a cela especial não, sabiam?
Enfim, não temos medo, nem raiva nem ódio, mas vergonha, muita vergonha, porém não nos deixaremos abater, nem desistiremos e nem dar-nos-emos por vencidos por oprobriosos lobos vermelhos ou vetustas astuciosas raposas e todos os larápios, vorazes e sanguinários!
Nosso Brasil jamais será vermelho. Nunca e enquanto vida tiver; saibam todos!
Abr

*JG



sexta-feira, 28 de agosto de 2015

O BRASIL E SEUS DOIS “QUINTOS DOS INFERNOS”


Joilson Gouveia*

O Brasil, mormente todos os seus brasileiros e as brasileiras honestos, honrados, decentes, de BEM, sobretudo todos os seus trabalhadores, contribuintes ou pagadores de seus escorchantes, elevados e exagerados impostos, taxas e contribuições e, também, de outros serviços de nada eficientes ou quase imprestáveis como os de fornecimento água, luz, iluminação pública e de redes de tratamentos de esgotos, águas e galerias pluviais e saneamento básico, telefonia e internet ou de combustíveis e gás de cozinha ou natural, que são ínfimos ou insuficientes e por demais, excessivamente, majorados exageradamente e além do que se pode tolerar, aceitar e suportar!
URGE QUE NOS INSURJAMOS CONTRA QUAISQUER REAJUSTES FISCAIS OU NOVOS E ESCORCHANTES IMPOSTOS OU RECESSÕES.
Está registrado na nossa história – Tiradentes se tornou insurrecto, insurgente, rebelado, insubordinado e indisciplinado ou provocou uma insurreição ou inconfidência mineira contra aquilo que chamara de o “quinto dos infernos” de altos impostos pagos, para sustentar a coroa portuguesa e à Rainha “Dona Maria, a Louca”!
Eis que, atualmente, já passamos de um terço de nossos salários e ainda querem que calemos, arquemos, suportemos e nos sacrifiquemos, para pagar quase metade do que auferimos num ano trabalhado ou dois "quintos dos infernos”, para sustentar outra louca que não é Maria nem rainha, mas que gasta mais que a própria Rainha da Inglaterra e, ainda assim, quer nos empurrar goela abaixo um REAJUSTE FISCAL e fazer ressurgir um novo CPMF, para sustentar à corja vermelha aparelhada nos seus mais de ineficientes 39 ministérios e suas inúmeras ou incontáveis "agências empregadoras" que servem de valhacouto aos seus mais de 139 mil comissionados, súcias, alimárias e comensais que sequer são reduzidos ou extintos, nem param de desviar nossas riquezas ou de doá-las (ou até mesmo perdoar dívidas de outras nações vermelhas) ou resolvem parar os investimentos nelas com novos empréstimos por conta de nosso Erário, para esses mesmo e outros países, mas querem atrasar o 13º salário e parcelar salários e os pagamentos dos subsídios dos servidores efetivos ativos e inativos da Administração direta, dos aposentados, de viúvas e de pensionistas.
Já dissemos, repetimos e reiteramos: esse pacote não foi comprado, nem essa conta é nossa e não podemos nem devemos pagar esse pato! Afinal, foi o brasileiro ou a brasileira ou fomos nós todos os responsáveis pelas tais CRISES – que só faz efeitos e só traz danos e reflexos no Brasil, seja ela mundial ou nacional, uma hora tem noutra negam - REAJUSTE ou RECESSÃO e a debelada INFLAÇÃO? Onde a verdade e como confiar em quem comumente mente e, cínica, clara, ostensiva e desbragadamente MENTE, é quase uma demente; ou não?
Quanto já se “investiu noutros países”, mormente nos de matizes, cores ou ideologias vermelhas, déspotas e socialistas, que “somente funcionam graças à grana brasileira”, sobretudo nesses quase três lustros de desgoverno comunapetralhistas ou de lulo-dilmista? É fato! 
Crescimento ínfimo, pífio ou negativo tem sido o resultado econômico ou financeiro nesses quase dois lustros. Chega! Basta! Fora, Dilma! Fora, PT!
Enfim, não podemos nem devemos arcar com esse pacote nem descascar a esse abacaxi acre que nunca o plantamos! A crise é nada mais nada menos que eLLa própria, por pura leniência, indolência, conivência ou incompetência. Ou não?
Abr
*JG

DURA LEX SED LEX - VERGONHA OU ORGULHO?


Joilson Gouveia*

Teríamos todos nós, os eleitores alagoanos, até mesmo essa maldita culpa avençada e a vergonha assestada dês que e se, somente se, de fato e na real verdade, o tivéssemos elegido, escolhido e sufragado - nessas “urnas smartmatic eletrônicas venezuelanas de alta segurança, invulnerável e exponencial inviolabilidade", das quais nada se pode aferir, conferir, contestar e comprovar senão os votos nela "registrados" (há vários vídeos na rede mundial demonstrando suas inseguranças, ineficiência e ineficácia) e contados por uma ou duas dúzias de “aferidores, conferentes e conferidores” somente os dados obtidos de uma central de computadores de acesso restrito, oculto, sigiloso ou confidencial e a sete chaves sem nenhuma transparência e/ou publicidade,  porquanto e pelo que nos isenta a todos nós disso que nos foi imputado, pois as pesquisas apontavam uma outra representante dos alagoanos e não eLLe; claro!
É por demais pueril crer que houve escrutínios ou sufrágios e que há eleições e que os votos escolhem aos nossos representantes – “quem conta os votos é quem decide quem vence e decide as eleições”, já dissera Stalin-, quem os contou e os tem contados, quem, quem, quem?
Ora, se você, cidadão ou cidadã, nelle não votou e foi às ruas nas manifestações espontâneas, livres, voluntárias e gratuitas de 15 de março, de 12 de abril e de 16 de agosto, e irá a tantas quantas forem necessárias, para expurgar aos corruPTos e corruPTores de todos os matizes, cores e partidos, não sinta vergonha, não! Sinta sim, orgulho!
Doutra banda, o indigitado “juvenil senador” seria de naturalidade fluminense ou carioca ao invés de caetés e da “terra dos marechais” ou do “menestrel das alagoas”, mas isso em nada altera o embate, debate ou combate havido, pois que outros senadores foram tão citados quantos eLLe pelos mesmos delatores premiados como tendo envolvimento nas mesmas negociatas e até o pescoço; ou não?
Urge, pois, que se ressalte desde já, que não o é em sua defesa, mas, se a lei é para todos, como resta insculpido nos princípios, preceitos e premissas legais ou dentro da legalidade, quais os por quês e porquês de uns citados serem denunciados e os outros tantos e tantas vezes citados não? Acordão? Estratagema, estratégia ou conluio espúrio?
Enfim, ainda assim ou sendo assim, o senador representa e defende aos interesses de Estado e, portanto, aos do Estado, nunca ou jamais aos interesses e direitos de seu povo, os quais ficariam a cargo dos federais. Ficariam e não ficam? Sim! Ficariam sim porque o povo demonstrou clara, manifesta e ostensivamente e nas ruas que quer o impedimento, afastamento, defenestração e cassação de todos os envolvidos no “PTrolão”, sejam “Chico ou Francisco”; ou não?
Eis, pois, o que importa: denunciar a todos igualmente, dentro dos liames da isonomia ou não seriam verdadeiros os preceitos legais de que “todos são iguais perante a lei” e que “ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei”?
Abr

*JG

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

POR QUE É QUE NÃO SE PODE NEM SE DEVE INVESTIGAR O HOMO LUSCO?

Joilson Gouveia*

Quem é ou o que é eLLe que não se pode nem se deve investigar? Seria eLLe o seu comandante em chefe e estaríamos lá, no seu valhacouto havano, onde el deus não é investigado, questionado ou querelado? Por que estaria isento, imune e incólume aos princípios, preceitos, premissas, normas e regras legais do devido processo legal, no qual são assegurados o contraditório e a mais ampla defesa? Todos são iguais perante a lei. Ou não? “Ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma senão em virtude de Lei”.
Saibam todos que, numa república democrática que se diz humanitária e de direito, ou seja jungida, submetida, subsumida, conduzida, regrada e regida pela mais restrita Legalidade, portanto dentro da vontade do legislador ou ao Império Legal, como o é nosso Brasil, desde 05 de outubro de 1988, com a promulgação da atual Carta Cidadã, de Ulisses Guimarães – o “senhor diretas” (contra a qual o putê sempre fora contra) reitere-se relembre-se! – Portanto, em sendo assim e assim sendo, não há nenhuma pessoa física ou jurídica acima da Lei que não possa ou não deva ser investigada, isso é simples, trivial e curial ao saber, ciência e conhecimento de qualquer cidadão, dês um simples, mero, comum ou mediano cidadão de BEM, o que não dizer de quem se diz “jornalista”?
Além do mais, numa democracia republicana séria, onde o parlamento é a caixa de ressonância da sociedade, da população e de seu soberano povo, o qual reprova, repudia, abomina e protesta contra os desatinos, desmandos, desvios, doações e os “perdões” deLLa, onde 93% do povo exigem e apelam pelo seu afastamento imediato, sobretudo dos envolvidos até o pescoço nas negociatas, falcatruas, conluios e malversação do Erário quando não em evasão de divisas e de riquezas.
Em sendo assim e assim sendo, o parlamento já deveria ter instaurado do devido processo legal de afastamento ou impedimento do exercício do cargo público de Presidente da República, que não está cima da Lei, nem o cargo nem seu ocupante temporário.
É, pois, o parlamento quem tem o DEVER-PODER de desempenhar o papel instado pelo seu povo soberano, que tem se manifestado democrática, voluntária, espontânea, gratuita, ordeira, pacífica, política, civilizada e ostensivamente nas ruas, praças e logradouros públicos, desde 15 de março, 12 de abril e 16 de agosto de 2015, protestando, pugnando e apelando pela saída deLLa e de todos os corruPTos e corruPTores de todos os matizes, cores ou facções.
É simples, claro, público, transparente, ostensivo, óbvio, elementar, básico e fundamental: o povo exige dos Parlamentares e das Instituições e Órgãos republicanos democráticos que cumpram e façam cumprir às Leis e Constituição que a maldita descumpriu, desdenhou e espezinhou; entenderam ou será preciso desenhar?
Abr

*JG

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

É UMA CRISE MUNDIAL, REAL E USUAL AOS ARAUTOS QUANDO, COMO E ONDE LHES CONVÉM

Joilson Gouveia*

A despeito de sempre usarem das mesmas enfadonhas, desgastadas, surradas ou superadas  ladainhas, cantilenas e uníssonos cantos ridículos de “lutarem pela democracia, pelo bem do povo, das minorias e dos pobres e etc.” , já estão no Poder há longos treze anos e nenhuma reforma agrária foi feita, nem distribuíram terras devolutas nem reduziram os números de tais Sem-terras, que continuam invadindo, esbulhando, assaltando, roubando e depredando fazendas, propriedades privadas e mais fazendas em área produtivas; sem falar que tais movimentos seriam apenas um tal de “izécito do Stédille” juntamente com as espinhosas ou venenosas “margaridas” ou urtigas humanas,  é , no mínimo, um bando hilário ou opróbrio trágico ou de inocentes úteis – como lecionara Lênin – ou não?
A crise é usada conforme a biruta infla e aponta para quaisquer dos pontos cardeais, uma hora ela é real, mundial e prejudicial ao desempenho econômico brasileiro, numa outra é uma “marolinha” que nem molha à praia; há quem creia que é tudo ilusão, especulação e invenção da PIG, GAFE ou mídia golpista e por conta da “zelite ariana” em que nos transformamos pela magia demente, doentia, débil e debilitada de “pensantes pensadores”, que pensam que pensam, por serem uns “entelequituais inteligentis disquerda”.
A crise é mundial, mas só o Brasil (- 1%) tem déficit de crescimento e PIB negativos e abaixo de zero dentre países como Índia – 7,5%; China – 6,8%, EUA – 3,1%, México – 3,0%, Chile – 2,7% e Alemanha – 1,7%. Fonte: FMI/2015.
Onde o BRICS e os volumosos ou vultosos fomentos ou investimentos do “negócio da China”?
Há mais, há muito mais incoerências, insensatas e ensandecidas alegações, há quem diga, aduza e alegue, senão vejamos, a saber:
a) "Não concordas com as merdas que o PT tem feito" – inclusive, o homo lusco já admitira isso -, mas os defendem! Palermas? :o
b) Impeachment é "merda" agora, né? É golpismo ou golpe! Antes, quando o putê bradava e vociferava e apelava IMPEACHMENT não era nada disso; sei! Hipócritas?
c) O devido processo legaldue process of law – regulamentar, regimental e regular de impedimento é remédio constitucional, legal, ético, político, democrático e republicano, ainda que seja amaro, doloroso e cruel aos ímprobos, indecentes, desidiosos e indecorosos parlamentares e políticos aéticos; claro! Imbecis? Incautos? Ignaros?
E, o pior, quando se veem questionados ou sem saídas, desnorteados e desesperados, partem para achaques, assaques e ofensas injuriosas, infamantes, difamantes e caluniosas! Ou nos chamando de “psdbostas” ou “coxinha” ou “zelite ariana” e etc. Sou nada disso; sou brasileiro, maior, adulto, cidadão, patriota, nacional, verde, amarelo, azul e branco - vermelho só meu Inter, Náutico e Galo praiano -, e contribuinte cansado de ser ludibriado, enganado e espoliado por essa corja de canalhas!
Ora, ora, ora! Respeitar a democracia é exata, justa, clara e principalmente exigir o cumprimento das Leis e Constituições e, acima de tudo, fazer cumprir aos seus princípios éticos, premissas morais, bem como, também, aos seus preceitos, normas e regras constitucionais, legais e processuais ou regimentais. Pulhas? Pusilânimes?
No entanto, desses treze anos de desgovernos, eLLe nada conhece, nada ouviu ou nem viu, nada soube nem conheceu ou se envolveu!
O pior de tudo, o mais grave, maléfico, pernicioso e degradante de tudo isso, é que, além dessas injustas, indevidas e descabidas ou gratuitas agressões de dementes fanáticos palermas, patifes e pulhastras, ainda nos deixam sem respostas aos questionamentos, aos quais nada dizem, nada falam, nem respondem, nem contestam, nem desmentem, donde se pode inferir sua veracidade conjuntural atual; resta provado que são uns calhordas, séquitos e sequazes da corja vermelha!
"Pior que um governo corruPTo é um povo covarde, omisso, calado e que, ainda por cima, o defende com unhas e dentes", o que o faz ou o torna igual aos corruPTos e CorruPTores!" O que é uma lástima!
Questiono sempre, assim como outros leitores que se assustam com as aleivosias, bazófias e bravatas vermelhas, mas responder que é bom, para dirimir as dúvidas de seus leitores, o dito cujo não o fez nem o fará, pois, até hoje, desde que comecei a questionar sobre certos "feitos e fatos", manteve-se silente, calado, quieto e de bico fechado. Típico de palermas traidores do Brasil e próprio de patifes pusilânimes!
Por favor, visitem ao nosso Blog e verás em quantos textos questionamos ao perleúdo sábio, que a tudo sabe e a tudo conhece e a tudo viu e ouviu e conheceu de outros tempos e governos e até profetiza ou faz previsões feito àquela antiga e finada vidente conhecida por "Mãe Diná".
Enfim, insto-lhes, visitem ao meu blog e leiam, releiam e treleiam aos textos nele editados e compreenderás melhor! Incoerente, insensato e incongruente censor! Demente?
Despertem, sigam-nos e mostrem que são brasileiros e a defenestrem do "puder"!
FORA, PUTÊ! E LEVE-A COM VOCÊ!
Abr
*JG
P.S.: Leiam mais aqui, a saber: 
http://gouveiacel.blogspot.com.br/2015/07/crise-e-invencao-da-situacao-ou.html 


UMA REPÚBLICA FORJADA NO FOGO

Joilson Gouveia*

Eh! Oxalá! Quem sabe não seja mesmo a melhor saída ou talvez a mais honrosa, honesta e honrada esta de “queimarem a república” desgastada, esfarrapada, puída, carcomida, apodrecida, espoliada, aviltada, achacada, desviada, doada (e até perDOADA todas as dívidas doutras tiranias vermelhas sustentadas por nosso sofrido, combalido e assaltado Erário e nossas riquezas e tesouros “O socialismo só funciona graças à grana brasileira”), mormente pelos que dela, nesses últimos longos treze anos, não souberam tratar, zelar, cuidar, gerir, dirigir e governar, como se deveria, ou seja para o bem-estar e bem comum de seu próprio povo brasileiro carente, necessitado, desempregado, pobre e miserável mantido refém nos currais famélicos de BOLSAS de todos os gêneros?
No entanto, arrotam, bradam e vociferam: “tiramos mais de 50 milhões da pobreza”: devem ter tirado muito mais do que só 50 milhões dela e tirado muito do que seria dela e desses mais de 50 milhões, pois, insto-lhe: somem todas as DOAÇÕES e os perDÕES feitas e feitos por eLLe&eLLa; somem do verbo somar, adir, agregar e acrescer, e não sumir, como fizeram até então! Seríamos uma potência! Ou não?
A República Brasileira sempre teve uma tíbia, pífia e raquítica Democracia, salvo o áureo, promissor, profícuo evolver desenvolvimentista e progressista do regime constitucional democrático militar - manu militari - o tempo em que éramos felizes, alegres, contentes, saudáveis e livres para exercer aos nossos sacrossantos Direitos Fundamentais, dentre esses: o direito à vida, à segurança, à propriedade, à liberdade e à locomoção de estar, ir e vir sem ser molestado; sequestrado; assaltado ou roubado e furtado ou mesmo agredido e assassinado; a exceção dos “sequestros, assaltos, assassinatos, roubos e execuções (‘justiçamento’ de camaradas) praticadas pela esquerda revoltada, revoltosa, irada, iracunda, raivosa, odiosa, armada, bélica e revolucionária”, que chegou lá e está no Poder, nesses mais de treze anos, sem dizer a que chegaram senão ao que é editado, publicado, demonstrado, mostrado, provado e comprovado na grande mídia e redes sociais, mormente nas páginas policiais.
Malgrado a sugestão dada de atear fogo ou “incendiar Roma” feito Nero, sugerida ou insinuada, ainda que subliminarmente, o que é práxis, rotina ou hábito contumaz do arauto senil, debilitado, decrépito, alucinado, entorpecido ou ensandecido ou desesperado pela iminente, urgente e incontinente adoção dos remédios legais, constitucionais, éticos, políticos, jurídicos, regulares, regulamentares e regimentais das próprias premissas, princípios, preceitos, normas, regras e dispositivos do devido processo legal de Impedimento, defenestração, cassação ou afastamento do cargo de chefe do executivo e de parlamentares, como e conforme seus ditames, liames e, limites exigem e determinam em casos de crimes de responsabilidade, malversação do Erário ou por quebra de decoro, no mínimo, por evasão de divisas e desvios de riquezas, dentre outros casos. É a Lei! Dura lex sed lex!
As Instituições republicanas democráticas tupiniquins existem e estão funcionando bem até agora, para mostrar aos seus concidadãos e patriotas que exigem o Impeachment, nas manifestações de rua e nas ruas, em 15 de Março, 12 Abril e 16 de Agosto, que deverão cumprir com seus DEVERES-PODERES,ex-officio de instaurar o remedium juris e que o caso requer, ainda que digam, vejam e bradem esbaforidos, vociferados, repudiados e rechaçados como golpe ou golpismo, pelo os que foram às ruas no dia 20 de Agosto, essa imensidão que sequer coube numa Kombi, carreta ou jamanta, sem trocadilhos!
O Congresso Nacional há de demonstrar, dentro da Lei e ao seu soberano povo, as reais, imprescindíveis, verdadeiras, necessárias e fundadas razões de sua existência em defesa da Nação, da Pátria, de seu País, sobretudo de seu povo soberano!
Antes de incendiarem, cumpram, respeitem e façam cumprir as Leis que nos regem; simples!
Abr
*JG
P.S.: Sir Bob – The Bobo – nada dirás sobre a grave ameaça e acintosa ofensa de “Sir Evo (in)Morales”?



sexta-feira, 21 de agosto de 2015

LEGALISTAS DE ARAQUES NÃO DESDENHEM DOS HOMENS E MULHERES DE BEM E PATRIOTAS BRASILEIROS!

Joilson Gouveia*

Meu indefectível, renitente, birrento, iracundo e risível arauto senil, decrépito, debilitado e desvalido ou desvairado ensandecido vermelho, desde quando houve eleição em que eLLa ganhou? Prova para gente, vai! Pago um almoço e a sobremesa, querendo. Já o desafiei inúmeras vezes.
Ah! Comparem as fotos de posse de 2011 e de 2015, e verás. Ah! Tem mais: comparem as fotos de 16 e 20 de agostodescartem-se as anteriores: 15 de Março e 12 de Abril, que deram um “banho de brasileiros de BEM -, e terás a certeza de que eLLa fora reconduzida pela graçola, benesse, gratidão e compensação retributiva pela indevida, injusta e inadequada ascensão, bem sabeis, quefizeram o diabo”, para não perderem como não perderam, de fato, mas de direito! – “ganharamas eleições, porém nem manda nem desmanda, nem mesmo é respeitada como tal:quando quem manda perde a vergonha quem obedece perde o respeito”!
Não se trata de disputa nenhuma, meu irascível, iracundo e irado senil já puído e carcomido e esfarrapado de suas ideias e ideais comunapetistas superadas de um moribundo socialismo, que “somente funciona com a grana brasileira”.
Ah! Somem-se esses 35 milhões, que neLLa NÃO VOTARAM, como bem dizeis, mais os “votos do vencido” e verás que, nem assim, eLLa teve a maioria dos votos e, também, ou sobretudo, menos ainda a simpatia, credibilidade, representatividade, respeitabilidade e, portanto, legitimidade democrática da população brasileira residente e estrangeira, pois, os seus54 milhõesnão superam, nem vencem nem convencem aos mais de 150 milhões de dissidentes ou aos 93% que a desaprovam! É fato inconteste!
Golpe? Pedir, conclamar e exigir um procedimento regular, regulamentado, legal, regimental, ético, político, jurídico e constitucionalizado é ser golpista? Ah! Antes, com Sarney, Collor e FHC, por duas vezes, não foram golpes, nem eram, né? Canalhas!
Os brasileiros e as brasileiras insatisfeitos, indignados, envergonhados, decepcionados, desesperados, desempregados e amargurados com os desmandos desastrosos do desemprego acentuado e da calamitosa violência descomunal e da descontrolada alta da inflação, ressurgida pelacompetênciadesse desgoverno, são os mesmos que abominam, repugnam e repudiam ao descalabro descontrole e desmandos desbragados por que passa nossa economia, com desvios e doações de nosso Erário, para Cuba e afins, que protestam voluntária, individual, coletiva, pacífica, democrática, organizada, civilizada, urbana, patrioticamente e civilizadamente quando vestem as cores da Nação que a amam e a defendem e a defenderão, sempre! Saibam: não a deixaremos ficar vermelha; como queremseus legalistasde araque!
Ora, de fato, se fossem legalistas exigiriam ao cumprimento, obediência e respeito às Leis e Constituição Federal e aos regulamentos e regimentos, que determinam o impedimento, defenestração e a cassação quando não a prisão de quem malversar o Erário senão quando não o espoliar, achacar, aviltar, desviar e DOAR ou perDOAR, sem a anuência do congresso nacional, sobretudo sem sua ciência, aval e autorização, como o fizeram e fazem sigilosa, oculta e secretamente, isso é crime de evasão de divisas e desvio de riquezas ou de lesa a pátria, no mínimo. Legalistas uma conversa! Legalistas uma pinoia!
E a crise?”
Ela não existe, né? Eh! Não existe mesmo, mas para todos os comensais aparelhados e incrustrados nos mais de 39 eficientes ministérios e nas suas inumeráveis “agências empregadoras” da caterva de comissionados repletos da súcia matula vermelha, que já recebeu até o 13° salário, mas, mesmo assim, sequer consegue demonstrar apreço a “roraimada” de uma “vaca de coqueluche”, que nunca mentiu e que adora “mandiocas” no dos brasileiros e das brasileiras, né? Eita! Que “muié sapiens”, sô!
Leiam aos links e URL da própria gazetaweb.com e verão se há ou não crise. Patifes! Palermas! Pusilânimes! Querem enganar a quem?
De fato, é “vermelho o sangue derramado dos brasileiros”, mormente das mais de 600 mil vítimas dos CVLI Crimes Violentos Letais Intencionais, uma invenção de Miki - ou de homicídios de vítimas de assassinatos e do recrudescimento de mais de 150% dos tráficos de drogas, entorpecentes, cocaína e de armas, sem falar ou contar aos que foram imolados nas filas intermináveis de hospitais sem leitos, equipamentos e medicamentos e etc., vítimas de acidentes, doenças endêmicas e epidêmicas, que deveriam estar debeladas, ou ceifadas pelo tráfego nessas péssimas vias, rodovias e estradas esburacadas e sem segurança ou sinalização adequada.
É muito sangue mesmo, Bob! – vermelho como o de todos os seres humanos, pois, o sangue derramado de 600 mil pessoas, tendo em média 6 litros por cada uma, são mais de 36 milhões de litros de sangue, sim! É um mar vermelho, literalmente!
Devolvam-nos nosso Brasil aos seus brasileiros e suas brasileiras, pelo bem de nossos filhos, netos e bisnetos!
Abr

*JG