segunda-feira, 30 de setembro de 2013

DUZENTOS MILHÕES NUM PLANO PÍFIO

Joilson Gouveia*
Foi-se dito e averbado pelo douto MJ: “DUZENTOS MILHÕES; :O
Gente! Vou repetir: DUZENTOS MILHÕES, nesses quinze meses, INVESTIDOS ou GASTOS ou DESPERDIÇADOS, para defesa de um plano natimorto, o que daria, aproximadamente, R$ 1.333.333, 33 ao mês, o que equivaleria a R$ 44.444,44 por dia, e, finalmente, R$ 1.851,85 por hora em "ações", como o disse o itinerante forasteiro arauto sobre “investimentos, gastos e despesas” com uma coisa chamada de “Plano Brasil Mais Seguro – Alagoas”, que sequer se prestam contas e nem mesmo dos tais resultados ou reduções de índices de ASSASSINATOS, senão vejamos, a saber:
Em junho de 2012: quando do estardalhaço, espalhafatoso e ensurdecedor lançamento do midiático pífio plano, a média de ASSASSINATOS ou de HOMICÍDIOS era de 5,0 a 5,5 HOMICÍDIOS/DIA.
Completaram um ANO e não divulgaram e nem comemoraram nada, e por que não o fizeram? Porque não houve nenhuma redução; pura e simplesmente. Muito pelo contrário; houve recrudescimento de matanças, mortes, assassinatos, homicídios ou como eles gostam de dizer: CRIMES VIOLENTOS LETAIS INTENCIONAIS CONTRA PESSOAS HUMANAS! Que bonitinho, não?
Agora, eis que pegaram os dados de agosto de 2013 - e compararam com os de agosto de 2012 - que fora igual ou maior que o de junho de 2012, quando do "lançamento", e propalam uma "redução" de 16%, 18% ou de 26%. Ou seja, de mais de 156 ASSASSINATOS, numa média de 5,0 a 5,5/Dia.
É fato, portanto, que até agora passamos dos 140 ASSASSINATOS em menos de 28 dias de setembro, e 1520 nos quase nove meses de 2013.
Dividindo-se esta soma por nove meses, ter-se-á mais de 168 ASSASSINATOS ao mês, para ser exato são 168,88, numa média diária acima daquela de junho de 2012, que era de 5,0 a 5,5 Mortos/Dia, exatamente em 5,629 MORTOS/Dia. ONDE A REDUÇÃO?
Notem que eles fogem dos demais delitos, tais como ASSALTOS (COM e SEM EXPLOSIVOS), ROUBOS, FURTOS, SEQUESTROS RÁPIDOS, SAIDINHAS DE BANCOS, INVASÕES DE ESTABELECIMENTOS COMERCIAIS, MÉDICOS E HOSPITALARES, RESIDÊNCIAS, LARES E CONVENTOS, TEMPLOS, IGREJAS E ETC. DESAPARECIDOS, ESTUPROS E ARROMBAMENTOS. Por que fogem? Por desconhecerem seus quantitativos; há total descontrole com tais dados e, portanto, não se sabe precisar quantos!
Das duas uma: se foram gastos todos esses recursos nesse ínfimo montante, o foram em locações de veículos, diárias com a FNS – conhecida por todos por aqui como FARSA NACIONAL de SOBREVOOS - e voos das libélulas metálicas ensurdecedoras e em jatinhos para lá e para cá, ou não?
Relembrando:
Independentemente dos CUSTOS, para manter, manutenir ou de manutenção ou mantença dessa tal FNS por aqui, serem a cargo da União ou do Estado Brasileiro, insto que apontem, destaquem ou citem quais benefícios efetivos dessa trupe inconstitucional, ilegal e anômala, sob a égide de um Estado democrático e Humanitário de Direito? Quais seus prós, nesse longevo período nas plagas caetés?
Mais: noticiaram-se GASTOS ou DESPESAS ou DESPERDÍCIOS exorbitantes de nosso combalido, sofrido e espoliado Erário, na esfera estadual e por conta da ONDA AZUL e pelos integrantes dos contigentes DO BEM: os mesmo que fazem parte do “exército” de comissionados e de CONFIANÇA; SOMENTE R$ 35 mi com LOCAÇÃO DE VEÍCULOS para servirem de VIATURAS POLICIAIS civis e militares - será que há, também, locações para o Corpo de Bombeiros? Caso positivo, para que tem servido a Taxa de Incêndio? – mais de R$ 10 mi somente em bufet com coquetéis, almoços e jantares e, também, mais de R$ 20 mi em voos e sobrevoos rasantes das libélulas ensurdecedoras e jatinhos e etc., mas, em contrapartida, os ÍNDICES DE VIOLÊNCIA nos deixam a todos ESTUPEFATOS e somente caem nas lentes multifocais de uns arautos e nas de D. Filó, aquela que nunca mais DEU as caras nos colóquios de Maceió.
Em tempo: voltou; mas nada falou!
Ainda estou ávido por saber das medidas sigilosas, confidenciais e secretas anunciadas no início do ano, para contenção, redução ou inibição da VIOLÊNCIA, que continua galopante, desembestada e descontrolada. Ou não?
Dos SETE MIL briosos que dissera, assegurara e prometera incluir a cada ano mil, nem mesmo uma milhar o fez, nesse tempo todo que se acha “gestando” ou “gerindo” à nossa querida, sofrida e espoliada Alagoas. Ou não?
Fato é que com QUINZE MESES do Plano já mataram mais de 2711. Resultado obtido do total do ano de 2012 (2186 ASSASSINATOS, que foi anunciado por um sociólogo e editado nesse mesmo webjornal caetés) deduzido ou diminuído ou subtraído os 995 HOMICÍDOS de janeiro a maio de 2012, que dá UM TOTAL de 1191 de mortos até dezembro de 2012, somados aos 1520 de janeiro até agora, 29 de SETEMBRO de 2013, perfaz o total de 2711 CRIMES VIOLENTOS LETAIS INTENCIONAIS CONTRA PESSOAS HUMANAS. Dividindo-se esse total por 15 meses, temos 180,733 MORTOS/Mês. :O
Essa média mensal era 155/Mês e antes do Plano, durante ele passou a 188,25 e agora, como um ANO, chegou-se a 203,50 ASSASSINATOS/Mês. Onde CAIU e o que CAIU?
Só se foram suas lentes de contatos ou suas fotocromáticas ou suas multifocais!
Assim, desse jeito e só e somente assim, ludibriando, escamoteando ou usando dados desconexos ou irreais essa tal CURVA CAI e, por conseguinte, REDUZ o índice de VIOLÊNCIA LETAL INTENCIONAL CONTRA PESSOAS HUMANAS.
Enfim, aqui reitero um texto anterior atualizado, a saber:
D. Filó - ausente desde Março - retorna com a mesma cantilena ou igual ladainha de sempre ou o mesmo “canto de curió” (que é um só) e sempre igual: preocupadíssima com a “queda” das curvas, somente vistas por suas lentes multifocais, e com redução de NÚMEROS ou de “seus índices”; jamais com os MAIS de DOIS MIL E SETECENTOS de seres humanos, de gentes, de pessoas e de cidadãos ASSASSINADOS, ceifados ou molestados ou agredidos ou horrorizados, aterrorizados e enclausurados, ocultos e escondidos em seus lares, receando aos seus algozes ou esperando a morte chegar, pois nem neles se está mais seguro, por aqui.
Valorizar os nossos policiais? Sabes mesmo o que seja VALORIZAÇÃO, D. Filó?
Permanecer com FNS até os MIL homens ingressarem na Corporação quando o Estado e todos os alagoanos necessitam, desde ontem e de logo, imediata, urgentemente, de muito mais de DEZ MIL SOLDADOS PM – Tivesse ele cumprido as promessas de campanha teríamos ao menos SETE MIL NOVOS BRIOSOS, mas seguiu ao vice e CREU no dito: ALAGOAS NÃO PRECISA DE MAIS POLICIAIS. Vociferaram!
Olhem que só comentamos uma das vertentes da VIOLÊNCIA; só falamos de HOMICÍDIOS ou de CRIMES VIOLENTOS LETAIS INTENCIONAIS CONTRA PESSOAS HUMANAS, pois ASSALTOS (COM ou SEM explosivos), ROUBOS, FURTOS, ESTUPROS, SAIDINHAS DE BANCOS, SEQUESTROS, INVASÕES DE LARES, TEMPLOS, CONVENTOS, CLÍNICAS, FARMÁCIAS, POSTOS DE COMBUSTÍVEIS, AGÊNCIAS DOS CORREIOS, LOJAS E ESTABELECIMENTOS E DESAPARECIDOS nem há como precisar.
O PIOR: A VIDA PERDEU SUA VALIA! Todos viram e ouviram, o que lhes interessam são “NÚMEROS” - ao menos vociferou que os analisa; JAMAIS ou nunca os SERES, SUJEITOS, INDIVÍDUOS, GENTES, PESSOAS, CIDADÃOS e, portanto, HUMANOS!
É O FIM DA PICADA!
Abr
JG
P.S.: POR FAVOR; não CENSUREM! Editem-no, sim?
Ah! 2013, do jeito que a coisa está, passar-se-ão dos 2450 assassinatos, mantida a média de 500 MORTOS/Trimestre. Enfim, o total de mortos nesses quinze meses de plano é 2711, até hoje 29 de Setembro de 2013! :O

A CÂMARA MUNICIPAL VERSUS SEGURANÇA PÚBLICA, EM MACEIÓ!

Joilson Gouveia*
Parece sazonal e urdido adrede a Câmara Municipal discutir assunto de competência da ALE: SEGURANÇA PÚBLICA. Anterior e recentemente, os nossos edis discutiram sobre o BICO POLICIAL – e nada se concluiu nem se DECIDIU; por trás disso, aprovaram a majoração de seus ínfimos salários; lembram? Agora, retornam ao tema SEGURANÇA PÚBLICA, privativa da ALE e do Estado; o que virá por aí? Outra majoração de seus ínfimos salários e gratificações ou seria aumento do número de VEREADORES?
Os vereadores deveriam discutir a segurança no Trânsito, que está municipalizado desde 1998 e, portanto, NÃO MAIS COMPETE à briosa ATUAR E AUTUAR nele, salvo mediante CONVÊNIO para esse fim e nos termos e limites do CONVÊNIO, cujo efetivo de briosos é “desviado e usado no trânsito municipal”, o qual deveria ATUAR NA ATIVIDADE DE POLÍCIA OSTENSIVA: ATIVIDADE-FIM CONSTITUCIONAL, LEGAL, MISSIONAL FUDAMENTAL, PRECÍPUA E PREMISSA DA BRIOSA.
A Câmara Municipal deveria tratar de cobrar e exigir sim, sobretudo, notada e principalmente a necessária, devida e justa SEGURANÇA aos corpos docente e discente nas ESCOLAS DO MUNICÍPIO por sua GUARDA CIVIL MUNICIPAL - GCM, além do patrimônio, dos logradouros e praças públicas municipais submetidas às constantes, tenazes, persistentes, presentes e permanentes ameaças e mercê dos traficantes de drogas e aliciadores de criança e adolescentes, nas cercanias dessas escolas municipais.
Este sim é um assunto apropriado aos eminentes e ilustres e dedicados ou preocupados edis, que podem e DEVEM, aliás, enquanto legislativo municipal, cobrar do alcaide as devidas e prontas respostas de que tanto precisam seus munícipes: onde; como; quando e quanto está sendo aplicado na sinalização, educação e segurança do Trânsito do montante arrecadado com as multas, impostos e taxas de trânsito, para faixas de segurança ao pedestre nos cruzamentos, semáforos e placas de trânsito etc.?
Quanto se arrecada com a chamada TAXA-DO-BURACO e por que Maceió tem tantos deles?
Sem CONTAR O SANEAMENTO BÁSICO DE NOSSA CAPITAL quase inexistente quando não ineficiente ou deficiente e irrisório, bem por isso tantas praias interditadas!
Olvidam os senhores gestores públicos municipais e estaduais de que Maceió não se restringe, nem se limita e se reduz apenas às Praias de Jatiúca, Pajuçara, Ponta Verde e Cruz-das-Almas, há outras praias além da Avenida, ainda, temos as do Sobral, Trapiche e Pontal, que sofrem com a poluição dos dejetos pluviais de inúmeras galerias e dos bueiros que deságuam suas fétidas e poluídas águas da Estação de Tratamento de Águas e Esgotos e do Emissário Submarino, no Bairro de São Sebastião e Trapiche e cercanias.
Ao norte, as de Jacarecica, Camping, Guaxuma, Garça Torta e Riacho Doce até Floriano Peixoto, que estão ameaçadas pela poluição de seus arroios, córregos, riachos e rios que deságuam no mar dessas praias até à de Sonho Verde ou do Sauaçuhy e até de Paripueira.
As do Gunga e de Barra de S Miguel já há presença de escoamento de águas pluviais manchando suas límpidas e tépidas águas de suas praias e o Rio Niquim agoniza próximo ao seu fim e, em breve, se tornará num Salgadinho do litoral sul!
Nossas lagoas já padecem de assoreamento e poluição dos dejetos e esgotos de municípios circundantes, e já o dissemos antes!
Abr
JG
PS: visitem nosso Blog; há mais sobre o tema, a saber: http://gouveiacel.blogspot.com.br/2013/09/sem-saneamento-basico-seremos-eterna.html, dentre outros!

terça-feira, 24 de setembro de 2013

SEGURANÇA PÚBLICA NÃO SE FAZ COM O EMPÍRICO EMPIRISMO DE IGNAROS AÇODADOS NEÓFITOS IMEDIATISTAS DO PERFIL OXIGENADO OU RENOVADO DO NÉSCIO APOSENTADO

Joilson Gouveia*
Pôr sem depor é o grande “tendão de Aquiles” de nossa frágil democracia tupiniquins, ou o grande busílis sem fim de nossa res publica; tenho dito isto, redito e reiterado!
O POVO põe; mas não depõe! Até tem poder de escolher, mas não pode desistir desta escolha, malgrado sua expressa manifestação anterior; empós, percebendo a inerte e inepta INAPETÊNCIA do seu representante não há como “desistir de sua escolha” e/ou como mudar o "GESTOR" ou aos membros integrantes da sua EQUIPE DE GOVERNO ou toda ela, mesmo diante de flagrante, comprovada e inconteste desídia e indiligência ou diante de tanta INDOLÊNCIA, LENIÊNCIA, INAÇÃO, OMISSÃO, COVARDIA ou mesmo INCOMPETÊNCIA, como muito bem o disse nossa ilustre desembargadora.
Ademais, o TÉO, pelo que se infere, deduz e se nos antolha, se acha acima do BEM e do MAL e CRER PIAMENTE ou verdadeira e cegamente em seus “assessores, conselhos e conselheiros e no seu exército de comissionados DO BEM” – diga-se, de logo, que não se sabe ou se pode precisar à exação em quantos são e em quanto custa ou qual o desperdício de manutenir um contingente maior que um exército de CARGOS-DE-CONFIANÇA – vide Lei Delegada 44/2011.
Na área de segurança pública, já se inventou, inovou, renovou e reinventou e até RENOVARAM e/ou OXIGENARAM com experts ou experientes aposentados de outras congêneres e doutras plagas e fez-se de tudo, inclusive DECRETOU SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA, na SEDS, e nada, nenhum efeito positivo e nada a comemorar, malgrado os arautos propalarem “avanços” e “reduções de índices” e “quedas de curvas em relação aos chamados CRIMES VIOLENTOS LETAIS INTENCIONAIS CONTRA PESSOAS HUMANAS (como eles gostam de falar sobre os HOMICÍDIOS – que é apenas uma das inúmeras vertentes da nefasta VIOLÊNCIA -, e sequer precisam aos demais delitos: assaltos; roubos; furtos; estupros; sequestros, invasões de lares, desaparecimento de pessoas e etc.) somente vistas pelos próprios e pelas lentes supra-tera-hiper-mega-giga-super-poli-multi-focais de D. Filó, que nunca mais DEU suas “caras-e-bocas” nessas paragens caetés, desde fins de março que não mais há colóquios, em Maceió.
O pífio plano – aquele tal pomposo, espalhafatoso e cheio de pirotecnias de “Brasil mais seguro – AL” e, incluindo o tal de “AL tem pressa”, somente decolou nas asas metálicas de hélices coaxiais de suas libélulas barulhentas e ensurdecedoras de voos rasantes para inglês ver, ou não? Prova maior disto: o tal de CONSEG, que não consegue dizer por que existe e para que fora “CRIADO”; resolveu elaborar o seu próprio plano – ao menos se anunciou um; esperemos, pois!
Ah! Trouxeram, mantiveram e, ainda, mantêm uma tal FNS que não convence a ninguém – o que, real, efetiva, positiva e verdadeiramente inibiu, evitou ou solucionou a referida FORÇAfalta o HE-MAN; será?
Reinventaram os inoperantes, ineficientes, insuficientes PM-BOX, - idealizados no passado por néscios ignaros ávidos por holofotes, que os havia visto nos “isteites” quando lá esteve na década de sessenta ou setenta -, rebatizaram-nos de BASE-COMUNITÁRIA; quais resultados? Nenhum, como no passado!
Recontrataram” ou “reincluíram” ou “reincorporaram” uns briosos INATIVOS ao custo per capita R$ 700,00 (setecentos reais) para que os ATIVOS fossem às ruas,quantos acorreram à convocação e quantos os são e quais os seus custos? Ninguém sabe. E quais benefícios senão aos mesmos com um “dindim” extra? Nenhum para a Segurança Pública.
Aliás, onde estão os ATIVOS nas ruas e ora substituídos pelos “contratados”, onde, onde, onde, quem sabe? É fato!
Criaram” bônus, brindes e prêmios por armas apreendidas, e o que sucedeu? Nada vezes nada. Quanto se gastou com isso? Não se sabe!
Inventaramo quadratismo do quadrado quadrangular do retângulo obtusângulo das denominadas “rondas-cidadãs” e ... Tsc. Tsc. Tsc. Sem comentários.
GRASSOU ERRO CRASSO: quando descumpriu suas promessas optando pelas premissas!
Explico: deixou de incluir os MIL PM/ANO, para preferente, precípua e prioritariamente CRIAR os seus SESSENTA CONSELHOS de infindáveis, incontáveis e imprecisos ou imprestáveis conselheiros e de excessivo contingente de comissionados e de cargos de confiança, o que o torna refém destes e impossibilita cumprir suas promessas hipotecadas, daí o ABSENTEÍSMO mercê de irrisório, ínfimo e parco efetivo de briosos para imprescindível, necessária, e fundamental atividade de polícia ostensiva exclusiva, essencial, inerente, ínsita e própria da briosa uniformizada caetés: POLÍCIA MILITAR DE ALAGOASmas creu no vociferado pelo seu vice-rei: “ALAGOAS NÃO PRECISA DE MAIS POLICIAIS”. Vide mais sobre isto aqui, a saber: http://gouveiacel.blogspot.com.br/2011/06/alagoas-nao-precisa-de-mais-pm-mas-os.html
Enfim, acudiu aos seus apaniguados, afilhados e tutelados ou escolhidos do conluio amistoso e perfil do aposentado, mas céleres, açodados e ávidos por ascensão, com isso, para isso, por isso e disso resultou que até o STF, última trincheira dos assediados, injustiçados ou perseguidos por déspotas pouco ou quase ou nada esclarecidos, que descumprem, desrespeitam e espezinham nossas Leis e Constituições, determina o RETORNO dos que não foram, e ele desdenha, infantil, pueril e ridiculamente vocifera que irá protelar mais ainda o quanto for possível e o necessário para NÃO CUMPRIR – que pequenino príncipe!
Enfim, teocraticamente assume para si mesmo a todos os erros crassos de seus “confiáveis” procuradores, da PGE, emitiram, anuíram, ratificaram e até homologaram um PARECER deitado, caído, pisado e jogado ao chão e por terra pelas demais cortes de justiça de nossa Nação. E ele? Olvida e recalcitra, insistentemente teima, por pura picardia pueril!
Sábio, magnânimo e justo é o soberano que reconhece, admite e aceita o engano, lapso, a falha ou erro, pois que humanos somos passíveis de erros e enganos!
Já insistir, teimar e permanecer...
Abr
JG
P.S.: em que pese todos instarem, apontarem e falarem onde está o ERRO, ele, o TÉO, o todo-poderoso caetés, não dá ouvidos; mas o olvida, sim. Quem duvida, quem, quem?

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

ARENAS DE FUTEBOL (NO PADRÃO FIFA) EM REPÚBLICA TUPINIQUINS - ESPERO QUE O RESULTADO NÃO SEJA RUIM E NEM OCORRAM CARNIFICINAS OU MORTES SEM FINS!

Joilson Gouveia*
Transmutaram ou rebatizaram ou denominaram de ARENAS aos nossos antigos Estádios e Campos de Futebol, que foram derrubados, demolidos e destruídos ou REFORMADOS, pela imposição do Padrão Internacional, da FIFA, como se isso fosse ALTERAR nossa realidade social ou INSTRUIR e EDUCAR ou mesmo URBANIZAR ou até mesmo CIVILIZAR a alguns meliantes, bandidos, delinquentes e homicidas travestidos de torcedores ou integrantes de galeras dessas chamadas Torcidas Organizadas, verdadeiros redutos de delinquentes e delitos, que somente maculam aos seus clubes, times e agremiações desportivas de futebol – que são privativas e, em sua maioria, independentes delas mesmas haja vista não serem e nem pertencerem, efetivamente, ligadas aos mesmos Clubes de Futebol, para quem dizem torcer.
Torcer não é isso que temos visto nessas tais ARENAS! Torcer é incentivar alguém ou equipe para alcançar determinado fim, mormente à vitória. É vibrar! Alegrar, incentivar e MOTIVAR e tentar passar energias vitais, viçosas, vigorosas e vibrantes a quem está esmorecendo ou fadigado ou mesmo estropiado ou sem forças! Não é para aniquilar ao adversário e muitos menos eliminar aos torcedores adversários! Derrotar ou VENCER não significa MATAR seu contencioso na lide esportiva, mormente no futebol!
Digo mais, muito em breve teremos verdadeiras batalhas campais ou carnificinas anunciadas ou premeditadas nessas cognominadas ARENAS.
O que será quando resolverem INVADIR ao teatro ou grande palco de capim ou de gramas, cujos espetáculos dizem assistir? Mas somente vão a elas, para outros fins, como se tem visto.
Quem irá controlar a IRA SELVAGEM DESSES BÁRBAROS URBANOS? Mas nada educados e nem civilizados, e muito menos seres humanos da espécie homo sapiens – estão mais homo trogloditas ou de da idade-da-pedra.
Aliás, o que de positivo se poderá ter, nesses espetáculos privados, privativos e patrocinados por pools de empresas e empresários, que passaram a GESTAR o espetáculo e OFERTAREM SEGURANÇA particular ao evento esportivo é, de fato – e que achamos correto e de há muito defendíamos - o NÃO USO de forças policias estatais nos referidos jogos ou duelos esportivos.
O que se viu, da Copa das Confederações, foi o USO de uma força particular, privada e de vigilantes do espetáculo futebolístico, centenas deles ao derredor do gramado e espalhados pelas arquibancadas das ARENAS, que seja assim DORAVANTE, e poupem as nossas briosas de tais espetáculos!
Porém, enquanto essas gangues travestidas de torcidas organizadas se fizerem presente, nessas ARENAS, livres e embriagadas ou drogadas, tem-se a iminência latente e potencial de uma tragédia anunciada, notadamente pela falta de EDUCAÇÃO, CIVILIDADE e URBANIDADE dos que delas fazem parte e integram e a dirigem (?)
a) Será que eu preciso unir-me a determinado grupo ou GALERA para TORCER?
b) Somente fazendo parte de uma GALERA meu time será vencedor?
c) Torcer é agredir aos torcedores adversários?
d) Torcida ganha jogo?
Sobre os fatos mais recentes de odiosa e tremenda barbárie ou inaceitável bestialidade feroz, grotesca e animalesca, algumas federações anunciaram algumas medidas para COMPARTIMENTAR ESPAÇOS ou DIVIDIR AS ARENAS PARA REFERIDAS ORGANIZADAS, não! Não façam isso! É exatamente o que elas querem: privatizarem uma trincheira para sua GALERA. Isso somente irá acirrar ou aflorar ou recrudescer ainda mais a perniciosa vontade de extravasarem suas inatas, latentes e potenciais PERVERSIDADES ou MALDADES ARRAIGADAS em cada um, que afloram com o ANONIMATO quando nela integrados e cercados ou ANÔNIMOS NA GALERA!
Não se nos antolha uma medida inteligente GRADEAR os espaços, para LIMITAR ou SEPARAR ou mesmo tentar EVITAR A VIOLÊNCIA DOS BANDIDOS TRAVESTIDOS DE TORCEDORES, que as torcidas ORGANIZADAS, simples redutos repletos de GALERAS arruaceiras, brigonas ou violentas ou delinquentes em potencial, que não vão aos estádios ou às ARENAS de futebol para ASSISTIREM AO JOGO ou VEREM O ESPETÁCULO ou TORCEREM PELOS SEUS TIMES DO CORAÇÃO, mas para extravasarem seus recalques periculosos, perniciosas frustrações e perversidades latentes por se sentirem (crerem) seguros, cientes e garantidos pelo ANONIMATO e, desse modo, cientes e conscientes de estarem protegidos pelo MANTO DA IMPUNIDADE de que nada lhes acontecerá e, sobretudo, certos de que estariam IMUNES a quaisquer reprimendas ou sanções penais ou civis ou sociais, óbvia, adrede e notadamente porque ADENTRAM EMBRIAGADOS ou DROGADOSA FIFA suspendeu a eficácia da LEI SECA, mormente nas ARENAS, daí...
Enquanto a “justiça desportiva” ou mesmo a justiça penal criminal e cível não aplicarem as medidas legais cabíveis aos delitos e aos danos por eles praticados AS FERAS CONTINUARÃO A MORDER, A FERIR E A MATAR, dentro ou fora das grades, INCLUSIVE NO PALCO DE GRAMAS OU DE CAPIM!
Sem o devido, adequado e justo CASTIGO permanece latente o PERIGO e os iminentes RISCOS de torcedores saírem feridos ou mesmo MORTOS, até a próxima vítima dessas LIDES!
Acaso, essas GALERAS JÁ FORAM MULTADAS OU RESSARCIRAM TODOS OS DANOS CAUSADOS ou INDENIZARAM SUAS VÍTIMAS ou aos seus FAMILIARES?
VETAR OU TENTAR SUSPENDER SUAS ENTRADAS E ACESSOS É MUTO POUCO PELO MUITO QUE CAUSAM, CAUSARAM E, DECERTO, CAUSARÃO!
Que eu esteja errado nos meus prognósticos, para que vidas e mais vidas não sejam ceifadas!
Abr
JG

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Briosos, uni-vos!

Joilson Gouveia*
Saibam todos! Não é primeira vez e nem será a última, pois desde 2007 que malogra, que faz escarninhos, ludibria, posterga ou escarnece ou desdenha ou descumpre ou olvida não só ao acordado sobretudo aos mandamentos legal e constitucional, mormente aos REAJUSTES ANUAIS DOS SERVIDORES, que deveriam ser levados a efeitos anualmente por óbvio e nos mesmos índices inflacionários oficiais adotados pelo Governo. É fato e é lei!
Toda e qualquer manifestação pacífica, ordeira, legítima, legal, cidadã, urbana, associada, agrupada e, civilizadamente, ORGANIZADA, ANUNCIADA e DECIDIDA EM ASSEMBLEIA que divulgue, expresse e demonstre a CONTRARIEDADE, DECEPÇÃO, INDIGNAÇÃO, INSATISFAÇÃO e OMISSÃO quanto ao desdém, descaso e descumprimento de assumidas promessas HIPOTECADAS e de leniência, indolência e omissão de DEVER de quem deveria honrar, cumprir e respeitar ao que jurou, oficial, pomposa e solenemente em CUMPRIR e FAZER CUMPRIR, mormente à Constituição e às Leis estaduais.
Portanto, que sejam manifestações reivindicatórias de uma classe espoliada, sofrida, perseguida, discriminada, espezinhada, desdenhada e humilhada histórica, constitucional e legalmente esquecida, reduzida e tolhida de muitos Direitos Fundamentais tem sim o DEVER-DIREITO de exercer seu JUS SPERNIANDI, o seu sacrossanto, inalienável e impostergável DIREITO DE PROTESTAR, DE RECLAMAR E DE EXIGIR RESPEITO, no mínimo!
Todavia, ainda assim, insta-se que, mui antes e adrede, se informe, esclareça e divulgue não só a eles do governo e aos mesmos, mas a todos e a sociedade em geral sobre as eventuais pretensões de caminhadas, passeatas e carreatas com ou sem obstruções de vias, para que o cidadão contribuinte não pague e não sofra mais do que já vem sofrendo nesse estado de beligerância fatal em que vivemos todos nós, os alagoanos DE BEM.
Não obstante, nada obsta que se impetre a devida ação judicial competente, para garantia dos direitos legais aos reajustes anuais sempre olvidados, espezinahdos e postergados e seus efeitos retroativos a cada ano esquecido e descumprido, claro!
Lembrem-se: para eles (os mandatários) nem seres humanos somos!
Aliás, já o disse antes em nosso Blog e em nossos sítios ou sites. Eles nos tratam como COISAS! Tem-nos como recicláveis, substituíveis, desprezíveis e desprezados! Para eles, mormente alguns GOVERNANTES, somos descartáveis!
Para outros: um MAL necessário; pois lidamos com o que eles mesmos chamam de LIXO SOCIAL: os assaltantes; os assassinos; os delinquentes; os ladrões; os bandidos, delinquentes e marginais! Porém, desde que não usem GRAVATAS e NÃO SEJAM ou tenham OS COLARINHOS BRANCOS! ENTENDERAM?
Ademais, nem a própria briosa dispõe de uma Diretoria de Recursos Humanos adequada, capacitada, habilitada, condizente e que acorra, assista e atenda à demanda ou, pelo menos, VALORIZE SEU INTEGRANTE PROFISSIONAL BRIOSO!
Desde o advento da CF/88 que tentamos criar uma ASSISTÊNCIA JURÍDICA AO BRIOSO CAETÉS, mas engavetaram-na! O que seria e, ainda, é um minus, convenhamos; mas, infelizmente, nem isso temos nesses mais de duzentos anos de existência, enquanto corporação castrense.
A briosa há de ter um órgão que assista ao castrense como e enquanto SER-HUMANO, que o defenda, o reconheça e o trate, o respeite e o valorize como um CIDADÃO, um cidadão com mais deveres que direitos, é verdade; mas, no mínimo, que lhes sejam assegurados ao menos todos os Direitos Fundamentais Constitucionais dos demais cidadãos, para que não haja odiosa discriminação ou nefasto inconcebível preconceito ou revanchismo aos castrenses.
É ponto pacífico para que sejamos HUMANOS ou, ao menos, considerados, respeitados, reconhecidos e valorizados como SERES HUMANOS, GENTES, PESSOAS, CIDADÃOS e SUJEITOS DE DIREITOS!
Ademais, já o disse antes, somente seremos fortes se unidos, reunidos, ombreados e irmanados estivermos numa única bandeira e num único partido que nos represente e nos defenda os legítimos interesses e justos direitos legais de todos os castrenses, desde 1996 que o disse, urge, pois, mais que dantes a criação de um Partido Nacional dos Castrenses Estaduais do BrasilPNCEB ou Partido Nacional dos Castrenses do Brasil, se englobar os demais castrenses federais.
Fora disso, é sempre estar de cuia na mão, anualmente ou periodicamente! Ou não?
Abril
JG
P.S.: Mais sobre o tema e direitos castrenses em nossos Blog! ;

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

PONTUAL (?)

Joilson Gouveia*
Este seria o nono caso PONTUAL; somente em se tratando de castrenses ceifados, neste ano de 2013 - ou seriam muito mais? -, porque se somarmos aos de outros cidadãos civis ou não castrenses já se tem mais de 1455 "casos pontuais" de ASSASSINATOS ou HOMICÍDIOS por CRIMES VIOLENTOS LETAIS INTENCIONAIS CONTRA PESSOAS HUMANAS - como eles gostam de falar! - em menos de nove meses do ano em curso. E mais de 80 em menos de dezesseis dias de setembro. É lamentável, deprimente e desesperador!
Doutro lado, já anunciaram a "elaboração" de mais um plano, desta feita da lavra dos notórios notáveis saberes do renomado douto CONSEG - o que, de logo, de plano e ab ovo, demonstra a basto que não havia nenhum outro ou, de fato, como não o há - e, também, que, malgrado os mais de sete anos nos cargos de gestão ou no "PUDER", resolveram ASSUMIR SEUS CARGOS e discutir e elaborar um “plano paralelo para o mundo paralelo”, i.e., o mundo real que é paralelo ao mundo virtual, aquele das vinhetinhas da OND AZUL dos DO BEM, que de hora em hora se vê na TV!
Enfim, reitere-se que "ALAGOAS TEM PRESSA", não? Gente! Paciência, eles estão acordando e assumindo agora, cadê os votos de confiança?
Para mim e cá para nós e todo o povo do mercado, como o vice-rei o disse que "ALAGOAS NÃO PRECISA DE MAIS POLICIAIS"(em que pese os alagoanos carecerem e muito, mais e muito de mais de muitos policiais), mas, como não quer honrar suas promessas de campanha e nem convocar as reservas técnicas ou os excedentes aprovados, bastaria UNIFORMIZAR ou FARDAR e ARMAR o seu EXÉRCITO DE CONSELHOS, CONSELHEIROS, COMISSIONADOS E CARGOS DE CONFIANÇA e, pronto, teríamos solucionado o busílis do ABSENTEÍSMO POLICIAL de que padece nossa ALAGOAS e, sobretudo, os seus alagoanos.
Oxalá! não reduzisse a ONDA NEFASTA DE VIOLÊNCIA LETAL, pois TERÍAMOS UMA DUPLA DELES, EM CADA ESQUINA. Ou não?
O que geraria ou causaria uma "SENSAÇÃO DE SEGURANÇA", como eles tanto falam e falam tanto e como falam, não? Aliás, falar é o que mais fazem, mormente nas inúmeras reuniões que nada resolvem e nem solucionam, para se reunirem novamente e marcarem outra reuniões, sob os auspícios dos holofotes midiáticos de meros factoides!
Pense-se nisso, como falam por aí e propagandas eleitoreiras!
Abril
JG
P.S.: quem precisaria o número exato desse contingente do “exército” acima citado? Ah! E seu custo mensal ao Erário? Quem, quem, quem? :o

sábado, 14 de setembro de 2013

EMANCIPADOS POR QUE, DE QUE E DE QUEM?

Joilson Gouveia*
O Bob - que não é bobo - bem sabe das respostas, mas não o pode dizer, para não ficar desempregado, ele indaga mais sabe muito bem o GRANDE MAL de AL e o que aflige aos alagoanos de BEM, ele o disse muito bem e quase tirou DEZ, no texto do sobre “o policial Sicário e os parentes da lei, que a todos protege”, post passado - Perguntar sabendo da resposta é o que mesmo? Ele não o poderá dizer; mas já o disse! ;)
Ah! Se me permitires transcrever pequena parte de um e-mail que me fora enviado em setembro de 2002, sobre questionamento semelhante havido ainda no saudoso extinto O Jornal de Alagoas”, quando um editorial questionara sobre semelhante indagação: “O que tem SE que AL não tem, salvo lapso de memória, senão vejamos, a saber:
Sr Editor, queridas amigas e amigos jornalistas e meus sofridos irmãos alagoanos até quando seremos alvos inocentes e desmemoriados daqueles que desmantelaram nosso Estado nesses mais de trinta anos que alguns poderosos estiveram no poder alagoano?Aliás, os mesmos de sempre – digo eu e rediga-se o dito!
Nosso Estado é vítima dessa mesma elite que domina o latifúndio e que impõe a cruel monocultura açucareira há mais de 50 anos e que jamais permitiram outras culturas e menos ainda novas indústrias sem que fosse preciso pagar-lhes uma comissão para instalação delas no Estado”. Aqui discordo quando se refere ao Estado como sendo vítima; as vítimas somos nós, - são os alagoanos de BEM e nunca os DO BEM. Ou seja, os mesmos aristocratas* ou suas fidalgas súcias matulas e de umas alimárias afeitos às benesses e sinecuras ou mamatas nas “tetas dos podres poderes da res publica” – que, para eles, é coisa de todos e, portanto, seria de ninguém, seria a “casa-de-noca” ou de “mãe-joana” ou “manteigueiro-de-hotel” ou outros quejandos.
Há uma bancada federal com ‘representantes’ de mais de quatro ou cinco legislaturas e que nada ou pouco fizeram por nossa Alagoas e, agora, querem se manter no Congresso, pela reeleição. São os mesmos que votaram contra a estabilidade dos servidores e destruíram as conquistas e direitos dos trabalhadores e que tornaram permanente impostos ditos provisórios (IPMF e CPMF, só para lembrar)”. Não é preciso muito esforço para relembrar desses nossos ilustres representantes parlamentares, ou não?
Há até quem pose de bom moço arrependido e se dizendo vítima e absolvido pela mais alta corte de justiça. Ora, quando renunciou suspendeu o processo de responsabilidade, mas foi condenado há mais de oito anos de suspensão dos direitos políticos”.
Elle, que confiscou o suado dinheirinho do povo trabalhador e dos combalidos aposentados, foi expulso do Planalto por sua arrogância e megalomania, mas ficou ‘sofrendo’ em Miami, por mais de 10 anos ‘trabalhando duro’ para sobreviver. Agora bota imagens de santos no sovaco e sai explorando a boa-fé do povo prometendo fazer aquilo que nunca fez enquanto maior autoridade do País - e ainda há quem acredite na mudança de caráter, como se tivesse tido (é que o povo esquece o sábio dito popular: pau que nasce torto morre torto)”. Eis aqui um a sábio adágio popular irretorquível, irreprochável e indiscutivelmente verdadeiro e atualíssimo, muito bem adequado aos nossos ilustres representantes parlamentares – ‘representantes deles mesmo e de seus mais comezinhos interesses pessoais, privados, íntimos e de outras personalidades apaniguadas e de suas parentelas; claro!
Sergipe tem aquilo que Alagoas não tem justamente porque lá eles nunca tiveram essa nossa elite que tenta volta ao poder pela reeleição dela ou apresentando seus primogênitos sucessores todos posando de trabalhadores. Lá não há falsos sergipanos nascidos cariocas e posando de nordestinos e sequer há uma bancada federal com mais vinte ou trinta sem fazer nada pelo povo de seu estado já que são seus representantes. Essa é a diferença, espero que nós, os alagoanos, possamos lembrar e fazer a distinção na hora da eleição”. Ele mostrou essas diferenças e o Bob as atuais, ainda que escamoteadas, ludibriadas ou omitidas certas causas e os ‘nomes dos bois responsáveis pelo caos atual e de sempre que nos aflige desde que “comeram o bispo Sardinha” e desde quando nunca admitiram ou reconheceram a VERDADE HISTÓRICA do DESCOBRIMENTO* do Brasil – ver no URL abaixo citado.
No mais, é isso: eles só querem investir em monumentos! Por que será, hein Bob? ;)
N.A.: O texto itálico e entre aspas é do E-mail do remetente e o normal deste Autor (y)
P.S.: resguardados a fonte, o nome e o E-mail do remtente. 

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

UM PLANO DE SEGURANÇA PÚBLICA PARA AL QUE PROVA QUE NUNCA HOUVE UM “Brasil mais seguro - AL”

Joilson Gouveia*
Resta claro como um fio de luz no breu ou como um dia ensolarado de verão ou translúcido aos que enxergam, do reportado no renomado matutino caetés da gazetaweb.com, que INEXISTE - pois nunca existira um, como sempre assestamos e reiteramos - um plano, pois que, somente agora notaram que precisamos de um PLANO DE SEGURANÇA PÚBLICA e querem amolgável e adrede, açodado ou apressadamente – “AL tem pressa” - decidiram elaborar um para a “conferência” e oxalá eventual aprovação do governador ora, há quanto tempo existe o tal CONSEG, quem lembra? - haja vista que, enfim, aperceberam algumas coisas que os afligem e muito mais aos alagoanos de bem, mas não aos DO BEM:
a) “A violência não escolhe mais as vítimas. Nós precisamos de um plano de segurança cada vez melhor”, disse.(Sic.) - depreende-se ou se pode deduzir que, se ela (a violência) continuasse escolhendo suas vítimas, mormente, notada, cotidiana e continuadamente aos da periferia, como soe ocorrido nesses sete anos, tudo estaria na mais perfeita PAZ, como assestam as vinhetinhas do governo – aliás, quanto gastaram nelas, hein? - Ninguém nos responde!
b) “A violência está elevadíssima e nós estamos tentando trazer fórmulas para combatê-la. O plano de segurança está sendo concluído pelos conselheiros e nós vamos apresentar as ações durante a conferência de segurança pública”, destacou o presidente do Conseg. (Sic.) - O referido é para a conferência, ou não? Os para os holofotes midiáticos que os esperam ou seria devido às eleições de 2014?
Ah! Isso; notei: é para mostrar serviço depois de sete longos anos de ostracismo, letargia e omissiva covardia ou leniente descaso ou seria desídia de quem deveria arrostar a violência desenfreada, desembestada e galopante que aflige aos alagoanos e turistas, e que hoje, agora, já e somente só agora, é que viram que ela “não está escolhendo suas vítimas”, mas – diga-se de pronto, desde já e en passant - concluem que ela se dá devido aos DESVIOS DE FUNÇÃO DE UNS BRIOSOS ou de outros policiais desviados e de outros desviados que, de quarenta, “só dão vinte horas” - compelir médicos castrenses A EXERCEREM OFÍCIO DE LEGISTA NÃO É DESVIO (?)
Enfim, ao menos se louve ao fato de admitirem, reconhecerem e declararem que sofremos uma VIOLÊNCIA ELEVADÍSSIMA E, SOBRETUDO, QUE ELA NÃO ESCOLHE SUAS VÍTIMAS – convenhamos: que não seria qualquer um que notaria, e não deixa de ser uma ILAÇÃO e tanto, parabéns pela dedução dos renomados notáveis saberes conselheiros! -, devem ter parado para ler aos webjornais caetés, que cotidiana, diária e diuturnamente noticiam tais fatos: são mais de 1460 VÍTIMAS DE ASSASSINATOS, em menos de nove meses de 2013, e mais de 75 HOMICÍDIOS, em menos de 13 dias de setembro, SEM PRECISAR AOS ASSALTOS (com e sem explosivos) aos bancos, loterias e agências dos Correios e postos de e combustíveis e demais estabelecimentos comerciais e etc. e aos ROUBOS, FURTOS, ESTUPROS, SEQUESTROS RÁPIDOS, DESAPARECIMENTOS D EPESSOAS E INVASÕES DE LARES E RESIDÊNCIAS OU QAUISQUER AMBIENTES LABORATIVOS, EDUCATIVOS OU COMERCIAIS.
Entrementes, não ENXERGAM que os nossos efetivos castrenses estão aquém, muitíssimo aquém do previsto em lei de fixação de efetivos e, sobretudo, excessiva, gigantesca e abissalmente aquém do que necessitamos e precisamos para o enfrentamento dessa recrudescente odiosa e nefasta VIOLÊNCIA.
Temos dito e reiterado!
Abr
JG

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

OS BERROS E BRAVATAS QUE FRUSTARAM OS ENCANTOS, AS ESPERANÇAS E AS ALEGRIAS DE UM ESPOLIADO E SOFRIDO POVO CAETÉS

Joilson Gouveia*
O breve texto aqui editado resulta de breves comentários postados nos webjornais caetés e quase nunca editados conquanto CENSURADOS pelos moderadores. Vejamos, pois, a saber:
Insto aos que apoiaram e apoiam a flagrante demonstração de INCIVILIDADE ou desordenada ausência de urbanidade e INTELIGÊNCIA, para não dizer da barbaridade grotesca de ignorantes, leiam aqui, a saber:
Para mim, se nos antolha às escâncaras, houve gravíssima falha ou mesmo falta de conhecimento mínimo desses direitos ou tibieza moral ou pífia ação dissuasiva ou de escassos argumentos legais, institucionais, éticos e morais de negociação até mesmo omissão ou covardia de autoridade estatal, sobretudo, mormente e principalmente das nossas forças policiais caetés que não souberam dissuadir esses quase ou mais de TREZENTOS DESORDEIROS CANALHAS ORGANIZADOS EM SINDICATOS QUE NADA E NEM A NINGUÉM DEFENDEM, quase todos completos alimárias desse desgoverno de mais dois lustros de engodos, mentiras, falácias, ludibriados desvios e generosas doações de nossas riquezas aos seus séquitos e caterva de socialistas frustrados, fracassados e arrasados que sobrevivem de óbolos de nosso Erário. Acorda meu Brasil brasileiro! Despertai cidadão brasileiro!
PS: leiam mais aqui, a saber:
Enfim, respondam-me:
a) essas ditas instituições sindicais "pertencem" aos partidos aliados ou coligados aos que estão aí, há mais de dois lustros, no GOVERNO e GOVERNANDO - ao menos pensam que governar é isso que fazem ou, a bem da verdade, nada fazem diante tanta omissão.
b) POR QUE AINDA HÁ EXCLUÍDOS NUM GOVERNO QUE SE DIZ SOCIALISTA E QUE "GOVERNA" HÁ MAIS DE 10 ANOS, QUE, PELO MENOS, DETÉM AS CARTAS NA MÃO?
c) o que esperam para “governar” ou GESTAR?
Primeiro o molusco dizia ter “herdado” muita coisa errada do seu antecessor; e “foi reeleito”, para fazer o que não pode durante seu primeiro reinado; teve a segunda chance, e o que fez ou deixou de fazer nos oito anos de inação, inanição ou de mensalão ou corrupção?
Comprou seu aerolula e se mandou a conhecer ao mundo junto com sua confiada, amada cumpanhêra de sua íntima cunfinça, aquela denominada de Rose! Achou pouco, e nos empurrou a DILMA “mãe-dos-brasileiros” ou sua sargentona, como a chamara, durante suas falas e bravatas eleitoreiras.
O tal grito seria justificável se a CULPA fosse nossa, os do povo e dos CIDADÃOS DE BEM, nunca dos DO BEM!
Enfim, seus berros frustaram a todos do povo que se faziam presentes com seus familiares, parentes, filhos e netos ou amigos pretendiam ter um dia especial ou diferente da rotina porquanto carente de laser, conforto, comodidade e SEGURANÇA!
**************
Ele disse que “somos um estado pobre”
Ele está muito mais que CERTO!
Entenda bem: somos pobres, muito mais que pobres, mas de espírito, de coragem, de cidadania, de zelo pelas coisas públicas, de consciência política e RESPEITO POR NOSSA GENTE E NOSSA TERRA! Ainda votamos nesses mesmos canalhas de sempre! Ou não votamos! E o sistema é que "os elegem"! (?)
Infelizmente, estamos reféns do Sistema Eleitoral Mais Eficiente e Eficaz e Seguro do Mundo, ainda que não seja transparente e se tenha certeza de que seu voto foi para quem sufragastes!
Ah! E, também, nem há como CONTESTAR, DISCUTIR ou COMPROVAR ou RATIFICAR ou HOMOLOGAR O SEU VOTO! Nem mesmo com esse novo processo digital e digitalizado! Ou não?
Já o disse e repito: NADA OBRIGATÓRIO SE PRESTA A UMA DEMOCRACIA CIDADÃ!
VOTO VOLUNTÁRIO, IMPRESSO E POSSÍVEL DE CONTROLE, CONTESTAÇÃO, COMPROVAÇÃO E CONFIRMAÇÃO, JÁ!
****************
A PERMANÊNCIA DA INEFICAZ, INCONSTITUCIONAL, ILEGAL E ANÔMALA FORÇA
Houve - e ainda há – quem defendesse e defenda sua presença por aqui, nas plagas caetés, como se algo tivesse mudado com ela por aqui e não fôssemos os mais violentos em homicídios pela sexta vez, ou seja, somos HEXA e a seleção canarinha ainda é PENTA!
Independentemente dos CUSTOS, para manter ou de manutenção ou mantença dessa tal FNS por aqui, serem a cargo da União ou do Estado Brasileiro, insto que apontem, destaquem ou citem quais benefícios efetivos dessa trupe inconstitucional, ilegal e anômala, sob a égide de um Estado democrático e Humanitário de Direito? Quais seus prós, nesse longevo período nas plagas caetés? Nem responderam quanto mas citaram!
Mais:
a) noticiaram-se GASTOS ou DESPESAS ou DESPERDÍCIOS exorbitantes de nosso combalido, sofrido e espoliado Erário, na esfera estadual e por conta da ONDA AZUL e pelos integrantes dos contigentes DO BEM: os que fazem parte do “exército” de comissionados e de CONFIANÇA;
b) SOMENTE R$ 35 mi com LOCAÇÃO DE VEÍCULOS, para servirem de VIATURAS POLICIAIS civis e militares - será que há, também, locações para o Corpo de Bombeiros? Caso positivo, para que tem servido a Taxa de Incêndio?
c) mais de R$ 10 mi somente em bufets com coquetéis, almoços e jantares e, também, mais de R$ 20 mi em voos e sobrevoos rasantes das libélulas ensurdecedoras e jatinhos e etc., mas, em contrapartida, os ÍNDICES DE VIOLÊNCIA nos deixam a todos ESTUPEFATOS e somente caem nas lentes multifocais de uns arautos e nas de D. Filó, aquela que nunca mais DEU as caras nos colóquios de Maceió.
Onde andará Filó?
Ainda estou ávido por saber das medidas sigilosas, confidenciais e secretas anunciadas no início do ano, para contenção, redução ou inibição da VIOLÊNCIA, que continua galopante, desembestada e descontrolada. Ou não?

SEM SANEAMENTO BÁSICO SEREMOS A ETERNA MASSAYOK


Joilson Gouveia*
Os matutinos alagoanos reiteram manchetes sobre PRAIAS IMPRÓPRIAS ou INTERDITADAS PARA BANHO, mormente aos finais de semana,  até parece repetecos! E, como práxis, nem sempre nossa spostagens são editadas, bem por isso as trasncrevemos aqui. Vejamos!
A fedentina é constante, permanente e sempre presente e, sobretudo, recrudescente em tempos invernosos, devido ao transbordo do leito do canal e do lago, a céus abertos, de contenção e dos seus tanques de armazenamento, por causa perene e sempre decorrente dos dejetos do "EMISSÁRIO" submarino - que teria uns 3Km de extensão de sua tubulação, para lançamento ao mar, após adequado tratamento por decantação e filtração das águas servidas provenientes da rede de esgotamento sanitário ou pluviais, para alcançar a corrente marinha, mas ENCURTARAM o seu tamanho e TRIPLICARAM OS CUSTOS -, desde então o fedor é a marca registrada das cercanias e chegando até alcançar a um raio de uma área de de mais de 2 a 3km circunscrita, notadamente durante as noites e madrugadas quando da mudança da posição da brisa marinha!
O pior de tudo é que ainda estão construindo prédios nas proximidades do emissor de fedentina permanente!
Os moradores dos bairros da zona sul e sudeste e oeste de Maceió, parte do Centro e da Levada, do Prado, Trapiche, Coréia e parte da Ponta Grossa e Vergel sentem nas suas narinas o “delicioso” e “agradável” cheirinho que se propaga dessa antiga Estação de Tratamento de Águas e Esgotos de Maceió, do antigo e extinto SAEM – Serviços de Águas e Esgotos de Maceió.
Sem saneamento básico adequado, nossa Maceió se tornará num terreno alagadiço como no princípio, que originou seu nome Massayok, dado pelos nativos caetés, mas como uma substancial diferença: no lugar de terreno alagadiço por charcos, brejos ou terra pantanosa pelas águas fluviais de seus arroios, córregos, riachos e rios de então; teremos terrenos alagadiços por saturadas rede de galerias pluviais de esgotos assoreados e cheios de dejetos repletos de coliformes fecais e muita merda mesmo.
E, ainda assim, querem INVESTIR MAIS DE DOZE MILHÕES NUM MONSTROMENTO, no antigo alagoinhas!
Abr
JG

PAPÓDROMO FÊNIX

Joilson Gouveia*
O texto infra, como soe, dimana de comentários postados nos webjornais caetés e nem sempre editados para não dizer CENSURADOS. Vejamos!
A reportagem está informando, no mínimo, incompleta ou tenta "santificar" os locais por onde passou "João-de-Deus" ou mesmo onde ele pisou ou celebrou missas!
O quanto se gastou do nosso combalido Erário na construção desse tal PAPÓDROMO? Não foi informado sobre esse prejuízo haja vista que foi depredado tudo ou quase tudo depois de sua única celebração. Ele esteve na Igreja "Virgem dos Pobres" e no Trapichão? Virarão lugares santos ou de peregrinação?
Nota-se que Maceió está ávida por monumentos, ou seria impressão? O povo quer uma RECONSTRUÇÃO? QUAL SERÁ O SEU CUSTO AO ERÁRIO?
Ora, querem reerguer um ou reformar o antigo ou nas ruínas do alagoinhas, como se não bastassem os “memoriais” ridículos, com desperdícios enormes ao Erário.
Maceió precisa urgentemente de saneamento básico de 100% e não de mais e mais "obras", que terão, brevemente, o mesmo destino ou igual fim do atual "papódromo" e, também, o daquele outro "desperdício" vergonhoso do "monumento ao milênio", que de nada serviram ou servem ao povo ou sociedade e nem mesmo aos turistas!
Reconstruir pelo valor de quanto? – reitere-se.
Depois de pronto quero ver celebrarem nada lá, mormente à tardinha ou à noite diante dos insuportáveis, irritantes e incômodos mosquitos e fedentina do lugar e cercanias; eventos só se forem diurnos ou matinais, pois vespertinos e noturnos somente para os moradores das redondezas que sofrem com as nuvens de mosquitos, muriçocas e maruins, além de canais e galerias pluviais e o tal emissário submarino que tresandam permanentemente, mormente em temporada invernosa!
O povo há de ser consultado, ou não?
Abr
JG

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Vídeo filma, grava, mas não evita, nem prende e nem salva ou “há a corda e falta caçamba”, daí não dá samba!

Joilson Gouveia*

Há quantos estabelecimentos para tão-só, somente e apenas trinta câmeras?
Desculpe-me, meus diletos e esperançosos leitores, consumidores, proprietários e gerentes de tais estabelecimentos, mas é o mesmo – mutatis mutandis - que cada gerente ou dono de bar e restaurante dispor ou estar munido de uma arma (o que é desaconselhável, claro) estará ele atento e a postos e terá ele tempo ou até mesmo o risco ou coragem de acionar ou disparar o ALARME, estando sob a mira de um trabuco nervoso ou drogado ou de vários facínoras empunhando suas pistolas, revólveres ou canhões?
Alarmes e câmeras de vídeo, o tal vídeo-monitoramento ou vídeo-monitoração ou o BB do Téo, sem um efetivo disposto, a postos e adestrado ou preparado, qualificado, habilitado e capacitado que incontinenti acorra e socorra incontinenti, imediata e de pronto ao evento ou durante este, de nada servirá como de nada serviram as tais câmeras. É mais um engodo ou um falaz paliativo!
E, ao meu simples modo ver, o que é pior mais ainda, pois passa ao contribuinte, ao cidadão ao dono ou gerente ou ao POVO O DEVER e a RESPONSBILIDADE de acionar uma repressão em face de falhar a prevenção ou de sua INEXISTÊNCIA, INEFICÊNCIA ou INCOMPETÊNCIA devido ao escasso, minguado e exíguo efetivo para a atividade constante, permanente e ostensiva de prevenção! Ou não?
Olhem as escolas municipais, quantas existem e quantos e onde estão os integrantes das GCM - Guarda Civil Municipal - pois este é seu ofício precípuo; mas os usam para e como "seguranças" de "otoridades" em flagrante desvio de finalidade ou função.
Muitos governos caíram no engodo do vídeo-monitoramento e das vídeo-monitorações ou esses “botões-de-pânico”, que são inócuas, inermes, ineficientes e ineficazes sem as prementes devidas respostas de pronto, incontinenti, imediata e quando e durante ao evento "filmado" ou ainda quando não nos "filmando", para flagrar e PRENDER, fora disso é falácia! Pura balela!
Se o gerente, o dono ou um funcionário qualquer ACIONAR poderá estar AUTORIZANDO seu óbito ou sua execução pelo meliante!
O DEVER É DO ESTADO, e, por conseguinte, do Governo, GARANTIR, ASSEGURAR e PROTAGONIZAR OS DIREITOS FUNDAMENTAIS AOS CIDADÃOS, MORMENTE AOS CONTRIBUINTES QUE PAGAM IMPOSTOS PARA TEREM ESSES DIREITOS PRESTADOS PELO ESTADO e por esse GOVERNO, que se propôs em solucionar todas as mazelas de Alagoas e, achou bom ou pouco, e até se “reelegeu” para isso, mas...
Urge Polícia Ostensiva PRONTA, PREPARADA, PRESENTE, PREVENTIVA e PROATIVA, e JÁ!
O efetivo da briosa carece de complementação em face do flagrante absenteísmo presente pelo déficit de briosos suficientes ao recrudescimento da criminalidade da violência e, sobretudo, do censo demográfico conforme os parâmetros mínimos de uma segurança PÚBLICA, permanente e para todos os do povo, e não somente aos do BB do Téo! É semelhante à falsa sensação de segurança dos condomínios “fechados”, neles se estaria seguro e, fora deles, a mercê dos meliantes!
Há a corda e falta a caçamba!
Abr
JG
P.S.1: Os jornais de tevês em rede nacional mostram diariamente as ações dos meliantes gravadas pelos vídeos, que até filma e grava, mas não evita, nem prende e nem salva!
PS.2: Se tudo que é DEVER do Governo é o CIDADÃO que tem que EXECUTAR, para que Governo? Já não basta a leniência e indolência em relação à Saúde (obrigaram-nos planos privados de saúde que mais parecem o atual SUS) e ao controle sanitário ou inexistência de saneamento quando imputa ao cidadão o controle da dengue e outras mazelas endêmicas, e já querem que coletemos também o lixo público, pagamos as taxas de lixo para que? Outra: de que serve o IPVA e Licenciamento Anual de Veículo se pretendem cobrar pedágios em vias estaduais, locais e federais?

sábado, 7 de setembro de 2013

FOI GRITO DOS EXCLUÍDOS OU ALGAZARRAS DE BAGUNCEIROS (?)

Joilson Gouveia*
Num Estado Democrático e Humanitário e de DIREITO, outro não é senão aquele subsumido, jungido, submetido e devidamente ORGANIZADO consoante suas Leis e, sobretudo, conforme sua Carta Magna e, também, de acordo com suas Constituições estadual e federal, sempre norteadas por Princípios de Direitos Fundamentais ou tidos como Essenciais ou Elementares, para todos os seus cidadãos neles se fundarem, respeitarem, cumprirem e seguirem buscando uma convivência harmoniosa e segura onde sejam assegurados, garantidos, prestados, protagonizados, exercidos e usufruídos pelo indivíduo ou cidadão ou grupos sociais e sociedade em geral, dentre os quais destacaríamos os seguintes, a saber:
· “É livre a manifestação do pensamento, sendo vedado seu anonimato”.
· “é livre a locomoção no território nacional em tempo de paz, podendo qualquer pessoa, nos termos da lei, nele entrar, permanecer ou dele sair com seus bens;
· todos podem reunir-se pacificamente, sem armas, em locais abertos ao público, independentemente de autorização, desde que não frustrem outra reunião anteriormente convocada para o mesmo local, sendo apenas exigido prévio aviso à autoridade competente”;
Infere-se, dos supracitados princípios de Direitos Fundamentais, de nossa Carta cidadã, pois, que uma coisa é exercer, gozar, fruir e usufruir aos seus sacrossantos Princípios de Direitos de pensar, manifestar, locomoção, ir-estar-e-vir, de reunião etc. – é, por conseguinte, caminhar ou “desfilar em passeatas” ou até mesmo em carreatas, panelaços, buzinaços, apitaços ou quaisquer calhamaços ou movimentos cívico-cidadãos, para expressarem suas vontades e mensagens. Ou seja, de exercerem seu livre alvedrio, espontâneo, sem amarras e livremente, manifestar seu pensamento ou sua liberdade de expressão e desde que não se escamoteiem ou se escondam por trás de bandeiras ou máscaras ou anônimas caras, faces ou figuras – vedado o anonimatoa outra, totalmente díspar, diversa e distinta, é USAR, ABUSAR, BADERNAR, BAGUNÇAR, TUMULTUAR, ESCULHAMBAR OU MESMO ESCRACHAR E VILIPENDIAR OU AVILTAR OU DESORGANIZAR OU IMPEDIR A REALIZAÇÃO OU ANDAMENTO FORMAL DE UM DESFILE CÍVICO-ESTUDANTIL-JUVENIL-MILITAR, como ocorreu em Maceió.
Balbúrdias de bandos de arruaceiros ou escroques ou tulhas de baderneiros ou monte de encrenqueiros ou mesmo como se portaram feitos maloqueiros vagabundos haja vista que todos são séquitos ou súcias aliadas de entidades ou organizações sindicais ligadas ao desgoverno federal composto, coincidentemente, integrado e constituído de uns “trezentos” – seriam os mesmos iguais aos citados pelo molusco? – picaretas ou pulhas aduzindo que “queriam ter o direito de desfilar” – Ora, ora, ora: teriam, tem e terão sempre, desde que previamente instado ou cientificado de seus intentos (desde que não frustrem outra reunião anteriormente convocada para o mesmo local, sendo apenas exigido prévio aviso à autoridade competente) e nunca INTERROMPER ou CANCELAR ou AMEAÇAR ou FRUSTAR AO DESFILE ADREDE ORGANIZADO E MARCADO, mas sequer se instou ou se foi instado inclusão na ordem ou no cronograma cívico-estudantil-militar em solenidade de recordação ou enaltecimento à data magna de libertação ou de sua INDEPENDÊNCIA. É fato!
Para mim, se nos antolha às escâncaras, houve gravíssima falha ou mesmo falta de conhecimento mínimo desses direitos ou tibieza moral ou pífia ação dissuasiva ou de ínfimos ou escassos ou ignaros argumentos legais, institucionais, éticos e morais de negociação até mesmo omissão ou covardia de autoridade estatal, sobretudo, mormente e principalmente das nossas forças policiais caetés que não souberam dissuadir esses quase ou mais de TREZENTOS DESORDEIROS CANALHAS ORGANIZADOS EM SINDICATOS QUE NADA E NEM A NINGUÉM DEFENDEM quase todos completos alimárias desse desgoverno de mais dois lustros de engodos, mentiras, falácias, ludibriados desvios e generosas doações de nossas riquezas aos seus séquitos e caterva de socialistas frustrados, fracassados e arrasados que sobrevivem de óbolos de nosso Erário.
Acorda meu Brasil brasileiro!
Despertai cidadão brasileiro!