quarta-feira, 19 de outubro de 2011

BOMBEIRO MILITAR NÃO É CATADOR DE LIXO SUBÁQUEO E NEM LIXEIRO MARINHO DAS ELITES!


Joilson Gouveia
O Semanário O Extra, editou matéria enaltecendo bombeiros limpadores de praias ao que postamos o texto infra:
INTERESSANTE!
Ora, ora! Quem é que sujou e que sempre suja toda orla marítima, corais, arrecifes e todas nossas lagoas, mormente a do Gunga? Uma pequena parcela de usuários de iates, barcos, jangadas, jangas, jetskys e caiaques e etc. Eles sujam e os bombeiros vão LIMPAR?
Há, no mínimo, desvio de finalidade, depreciação ou subutilização no emprego dos nossos heróis, sinceramente! Eles devem envidar seus esforços para preservar e SALVAR VIDAS, vidas humanas: bens mais preciosos e para os quais se destinam por missão legal e constitucional; nunca catar lixo da elite!
Ora, se as secretarias de meio-ambiente, IMA e IBAMA ou quaisquer órgãos de ambientalistas ou ecologistas governamentais ou não-governamentais querem PRESERVAR tais locais que CONSCIENTIZEM a esses mesmos usuários: MELHOR NÃO SUJAR QUE LIMPAR! POVO LIMPO É AQUELE QUE NÃO SUJA E QUE NÃO JOGA LIXO FORA DO LIXO!
Ou, melhor ainda, que se criem grupamentos de “GARIS Marítimos Ambientalistas Subáqueos - GAMAS”, para preservar aquilo que essa pequena parcela da sociedade degrada, destrói, degenera e extermina com seus dejetos poluidores de usufruto de seus gozos lagunar e marítimos.
Em dias não-úteis, fins de semana e feriados seriam utilizados como GUARDAS-VIDAS ou SALVA-VIDAS de nossas praias e lagoas, sobretudo, por sermos aprazível destino turístico, e, nos dias úteis e de menor movimento praiano seriam GAMAS, basta que se institua anualidade aos usuários marítimos o adimplemento de taxas, contribuições e impostos de usufruto de seus veículos náuticos e MULTAS aos que forem flagrados lançando seus lixos, dejetos e excretos em nossas límpidas águas azul piscina.
Fica a sugestão para preservação das belezas naturais, minimização de afogamentos e redução do desemprego!
Maceió, outubro de 2011.